5 tendências de treinamento para 2022

Jair Rodrigues Garcia Júnior

A cada temporada há novidades de treinamentos e esportes que cativam um contingente de fisicamente ativos. Alguns poucos treinamentos permanecem algumas temporadas ou definitivamente. Os que permanecem ultrapassam a força do modismo e são reconhecidos pela eficiência para diferentes objetivos. O que fica e o que pode entrar nesta lista pelo critério eficiência para saúde e outros objetivos?

SOBREGARGA
Você começa levantando o peso do próprio corpo (difícil para a maioria) e depois passar a levantar pesos na musculação, treinamento funcional, CrossFit etc. O estímulo faz seus músculos se adaptarem e, aumentar mais a sobrecarga, faz com que continuem se adaptando. Esse tipo de treinamento atende aos objetivos de hipertrofia e estética, mas vai além. Músculos ativos e com volume acima da média representam uma reserva fisiológica de saúde. Adquira a sua.

ESTRESSE METABÓLICO
É o acúmulo de moléculas produzidas pelo músculo quando este tem o metabolismo ativado pelo esforço. São estimuladas adaptações musculares de função e volume (hipertrofia). O uso de sobrecargas altas é o método mais comum para provocar esse estresse. Porém, realizar dezenas ou centenas de repetições aumenta a resistência muscular localizada (RML; que é ótimo), provoca estresse metabólico e adaptações como o ganho de volume. Repetições às centenas funcionam.  

INTERMITENTE
O exemplo mais comum deste tipo de treinamento é a musculação com seus intervalos de recuperação entre séries. Mas os treinamentos realizados normalmente de forma contínua (corrida, natação, bike - cardio) podem ser adaptados. Correr em alta velocidade por 30-60 s e depois recuperar correndo devagar por 1-2 min, repetindo por 20-30 min, é uma forma de provocar adaptações cardiometabólicas, semelhantes às da corrida contínua, e outras adicionais. Use essa variação intermitente em seus treinos.

AQUA CROSS TRAINING
Mudar seu treinamento funcional ou CrossFit do “seco” para a água. Esse é o Aqua Cross Training, que está chegando da Europa. A resistência da água é utilizada com movimentos diferentes e com equipamentos específicos. O resultado é um treinamento com sobrecarga e intenso que provoca adaptações em todos os músculos. Assim como para os demais treinamentos, pratique com um professor bem qualificado.

40+
Essa é a idade na qual o treinamento precisa receber a maior atenção e precisa continuar nas décadas seguintes. Essa é a década limite da idade para ser preparar para a perda muscular e diminuição das funções fisiológicas. O treinamento realizado até então e que for iniciado nesta década será decisivo para sua saúde nas décadas futuras dos 70+ e 80+. Treinamento com sobrecargas é o mais decisivo para saúde, porque mais preservará os músculos. Adaptações obtidas com o treinamento de RML e de cardio (contínuos ou intermitentes) também estão no topo das prioridades. Exija dos músculos.

 

Treinamento com sobrecargas é o mais decisivo para saúde, porque mais preservará os músculos.

 

 

 

Veja também