7 padres são transferidos entre paróquias da Diocese de Prudente

Em ofício, dom Benedito declarou que mudanças foram tomadas após conversa com os padres envolvidos e o parecer do Conselho de Presbíteros

REGIÃO - WEVERSON NASCIMENTO

Data 28/09/2021
Horário 20:23
Foto: Reprodução/Pascom Diocese de Prudente
Dirceu, Jésus, Helitom, Jorge, Milton, Rafael e Wilson serão nomeados em outras paróquias
Dirceu, Jésus, Helitom, Jorge, Milton, Rafael e Wilson serão nomeados em outras paróquias

Nesta terça-feira, a Diocese de Presidente Prudente anunciou a lista dos padres que serão transferidos de paróquia. A mudança, conforme explicou o bispo dom Benedito Gonçalves dos Santos em ofício, foi tomada após conversa com os padres envolvidos e o parecer do Conselho de Presbíteros. Ao todo, sete padres serão nomeados em outras paróquias no próximo mês.
No ofício, o bispo agradece aos sacerdotes por todo o trabalho nas comunidades, e enfatiza que as mudanças fazem parte da caminhada sacerdotal. “Foram necessárias mudanças pastorais em nossa diocese”, enfatizou dom Benedito. “Para efetivá-las, reuni o Conselho de Presbíteros, que é formado por 10 sacerdotes, e por decisão unânime, aprovamos as transferências”, acrescentou. 

Transferência dos religiosos

O padre Dirceu Montovani e o monsenhor Jésus Pereira dos Anjos, que atualmente atuam na Paróquia São João Batista, em Pirapozinho, comandarão a Paróquia São José, em Presidente Prudente. 
O sacerdote Helitom Bigas da Silva, da Paróquia São José, em Prudente, assumirá a Paróquia São João Batista, em Pirapozinho. 
O padre Jorge Aparecido Fortunato Júnior, que atua nas Paróquias São Francisco de Paula e Nossa Senhora de Fátima, em Presidente Venceslau, comandará a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Regente Feijó. 
O sacerdote Milton Gonzaga de Lima, da Paróquia Sagrada Família, em Presidente Epitácio, assumirá a Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, em Mirante do Paranapanema, no dia 1º de outubro, às 19h.
O religioso Rafael Moreira Campos, da Paróquia São João Batista, em Pirapozinho, assumirá as Paróquias São Francisco de Paula e Nossa Senhora de Fátima, em Presidente Venceslau, no dia 2 de outubro, às 19h. 
O religioso Wilson Donizete Moraes Lobo, que está à frente das Paróquias São Francisco de Paula e Nossa Senhora de Fátima, em Presidente Venceslau, assumirá o Setor Pastoral São Sebastião, em Estrela do Norte.
Algumas celebrações de posse serão divulgadas posteriormente na página da Diocese e nas redes sociais.

Wilson Lobo

Em entrevista à Rádio Diocesana Onda Viva FM, o bispo dom Benedito Gonçalves dos Santos destacou que já tinha conversado com alguns sacerdotes e viu a necessidade de mudanças pastorais na diocese. Para efetivar essas mudanças, portanto, decidiu se reunir com o Conselho de Presbitérios, que, por unanimidade, deu parecer favorável às transferências. “A mudança não é questão de trabalho, mas de necessidade. A igreja faz isso, e o normal é que essas mudanças ocorram a cada seis anos”, pontuou o bispo.  
Na sequência, ao anunciar as transferências, destacou que o sacerdote Wilson Donizete Moraes Lobo, que há 24 anos atua na Paróquia São Francisco de Paula e Nossa Senhora de Fátima, em Presidente Venceslau, assumirá como administrador da quase paróquia, o Setor Pastoral São Sebastião, em Estrela do Norte. “Ele trabalhará com o padre Wilton José Milhorança, que, por enquanto, cuida da Paróquia São Francisco de Paula, em Narandiba, e também é administrador do Setor Pastoral São Sebastião, em Estrela do Norte”, acrescentou.
Wilson Donizete Moraes Lobo nasceu no dia 25 de dezembro de 1975, e recebeu Ordenação Presbiteral em 12 de fevereiro de 1983. Há 38 anos, portanto, ele tem atuado no ministério da igreja católica, sendo 24 deles somente em Presidente Venceslau. No município, dentre suas principais contribuições, está o Acampamento ASP (Agentes da Segurança Pública), desenvolvido pela Igreja Nossa Senhora de Fátima. O projeto de evangelização já foi repassado a outros Estados e recebe grandes elogios em todo o território nacional. 
Em uma celebração, o sacerdote disse que estava enfermo diante de alguns entraves com membros da comunidade católica local, contudo, não mencionou os motivos. Ele reforçou que ama Presidente Venceslau e sua comunidade, uma vez que tudo que realizou frente ao ministério tem uma parcela daqueles que se dedicaram ao trabalho e à igreja. “O coração desse padre vai partido, porque vocês são como um pedaço de mim, e eu sei que em muitas vidas eu também sou um pedaço no coração de vocês”, enfatizou. “Eu estou aqui para dizer até breve, até no céu, se a gente se encontrar. Mas, acima de tudo justiça de Deus”. 

Veja também