A Cobra vai Fumar

O Espadachim, um cronista a favor dos favos e das favas

OPINIÃO - Sandro Villar

Data 04/06/2020
Horário 05:34

Década de 40 do século passado. O mundo estava mergulhado no inferno da Segunda Guerra Mundial e, aqui no Brasil, discutia-se se o país deveria entrar ou não no conflito. Foi aí que um gaiato saiu-se com esta: "É mais fácil a cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra". E não é que o Brasil foi mesmo à luta contra o fascismo e o nazismo na Europa?

Para a Itália foram enviados pelo menos 25 mil soldados, integrantes da Força Expedicionária Brasileira, conhecida pela sigla FEB. Os soldados eram chamados de pracinhas e, por falar nisso, a cidade de Pracinha, no oeste paulista, tem este nome em homenagem aos pracinhas.

Foram lá e mandaram bala nos nazistas e nos fascistas, no que fizeram muito bem. E alguns conquistaram belas italianas. Grandes militares esses pracinhas, que botaram a cobra pra fumar.

Dizem que a cobra vai fumar novamente no Brasil, ou seja, a situação pode virar um caos pra conferir. É uma metáfora e, por ser metáfora, vamos brincar aqui. De cara indago (indago é bom): que tipo de cigarro a cobra fuma?

Por exemplo, a jararaca deve preferir um cigarro de palha preparado com fumo de Arapiraca pelo seu encantador, se bem que deve ser difícil pra cachorro ser encantador de jararaca. Imagino, porém, que deve ser mais fácil iludir a jararaca do que ser encantador de naja, função muito mais perigosa e bota perigosa nisso.

Sei lá, mas acho que o fumo (epa!) de Arapiraca pode deixar a jararaca mais agressiva. Cigarro de palha, com o aludido fumo, para a jararaca e talvez também para a citada naja, com uma pedrinha de crack para essa serpente ficar mais doidona. É veneno pra mais de metro. Ou de litro.

E a cascavel? Que tipo de cigarro ela aceitaria fumar? Ou a cascavel, pela fama que tem, merece pitar algo mais sofisticado? Tomo a liberdade de indicar para a Cascá um charuto cubano, o Cohiba, famoso em todo o mundo. Cascá, que tem mais veneno do que certos governantes, merece tal honraria. Coisa de cobra de grife.

Fico a imaginar que cigarro merece fumar outra serpente de grife, em matéria de veneno, no caso, a urutu cruzeiro. Um cigarro contrabandeado do Paraguai? Não! Seria desmoralizar dona Urutu e ela não merece isso. Como também é cobra de ponta, sugiro narguilé. Não seria o máximo? Urutu cruzeiro fumando narguilé, o que também recomendo para a jararacuçu.

E as duas corais, a falsa e a verdadeira? Que cigarro elas merecem fumar. Talvez um baseado e você aí, que pensa em registrar o nome baseado quando a maconha for liberada, pode tirar o pangaré da chuva. É que o senhor Souza e o senhor Cruz já providenciaram o registro. De bobos eles não têm nada.

Evidente que o cronista, sempre atento, não se esqueceu das nossas maiores serpentes: a sucuri e a jiboia. Assim de supetão não sei que cigarro sugerir a tão nobres cobras. Deixa eu pensar. Ah, já tenho a sugestão. Elas merecem fumar o cigarro eletrônico Vape, que está na crista da onda, se é que onda tem crista. Duro mesmo vai ser aguentar o bafo da jiboia, que pode piorar muito com o cigarro eletrônico, nocivo pra cachorro.

P.S.: Agora, falo sério: seria possível formar uma nova FEB para combater o nazismo que avança cada vez mais no Brasil atual?

DROPS

Cobra que não se arrasta não come sapo e nem rato.

Cachorro picado por coral verdadeira tem medo da falsa coral.

As cobras correm o risco de extinção e os cobradores, não.

Cobra cega necessita de oftalmologista.

Veja também