Agentes apreendem ilícitos em três presídios da região no fim de semana

Equipes barraram entrada de entorpecentes, comprimidos, supostamente estimulantes sexuais, e placa de aparelho celular; registros ocorreram em Bernardes, Irapuru e Pacaembu

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 06/07/2022
Horário 12:45
Foto: Croeste
Na penitenciária de Pacaembu, revista identificou substância aparentando ser cocaína escondida em sachês de suco em pó
Na penitenciária de Pacaembu, revista identificou substância aparentando ser cocaína escondida em sachês de suco em pó

A Croeste (Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste) divulgou nesta terça-feira o balanço de apreensões realizadas em presídios da região de Presidente Prudente no último fim de semana.

Na Penitenciária Silvio Yoshihiko Hinohara de Presidente Bernardes, uma visitante foi surpreendida tentando entrar com ilícito na unidade neste domingo. Nas imagens geradas pelo scanner corporal, os agentes visualizaram objetos anormais por baixo dos trajes da mulher.

Questionada, ela foi até um local reservado e retirou, de dentro do top que vestia, quatro invólucros embalados em cartolina de cor escura, os quais continham em seu interior erva esverdeada, semelhante ao entorpecente maconha.

Também retirou da calcinha uma embalagem transparente contendo 250 comprimidos de cor roxa, supostamente estimulante sexual.

Foi solicitado apoio da Polícia Militar e a mulher conduzida até a delegacia local, onde foi lavrado boletim de ocorrência. Foi instaurado procedimento disciplinar para apurar a cumplicidade do sentenciado que receberia os ilícitos.

Foto: Croeste - Visitante foi surpreendida tentando entrar com entorpecentes e comprimidos na penitenciária de Bernardes

Já na Penitenciária de Irapuru, no sábado, a companheira de um detento foi abordada por agentes de segurança no momento em que passava pelo scanner corporal e o aparelho detectou imagens de um objeto suspeito no corpo da mulher. 

Indagada, ela confessou que trazia algo escondido e, em local apropriado, retirou um invólucro contendo uma placa de aparelho celular sem bateria e sem chip.

O objeto foi apreendido e o sentenciado, que seria visitado, incluído preventivamente no pavilhão disciplinar para averiguação dos fatos.

Instaurou-se procedimento disciplinar e a visitante foi suspensa do rol de visitas, nos termos da legislação que trata do assunto. 

Foto: Croeste - Companheira de detento tentou entrar na penitenciária de Irapuru com uma placa de celular

Na Penitenciária Ozias Lúcio dos Santos de Pacaembu, durante a realização de revista de praxe nos pertences enviados à unidade por meio de correspondência, na sexta-feira, agentes de segurança penitenciária descobriram 72 gramas de substância esbranquiçada, aparentando ser cocaína. O ilícito estava escondido no interior de quatro sachês de suco em pó.

Foi instaurado procedimento disciplinar a fim de apurar eventual cumplicidade por parte do sentenciado destinatário da encomenda, o qual se encontra isolado preventivamente em pavilhão disciplinar. Já a mãe dele, que teria remetido o embrulho, foi suspensa do rol de visitas conforme legislação vigente.  

Foto: Croeste - Em Pacaembu, agentes descobriram 72 gramas de substância esbranquiçada, aparentando ser cocaína, em pertences enviados a preso

Veja também