Aldeia Beach Clube terá gastronomia

Sinomar

Área pronta para servir o “café da roça”

COLUNA - Sinomar

Data 06/05/2021
Horário 04:46
Espaço abrigará um projeto de turismo rural, com gastronomia e várias opções de entretenimento
Espaço abrigará um projeto de turismo rural, com gastronomia e várias opções de entretenimento

O Rancho Cuba, uma área de 7 mil metros quadrados próxima do Rancho Quarto de Milha, é o local escolhido pelo casal Sueli e Celso Cuba, para implantar o Aldeia Beach Club. De acordo com Sueli Cuba, o espaço abrigará um projeto de turismo rural, com gastronomia e várias opções de entretenimento, circuito de esportes de areia, slackline, jogos de mesa, piscina, spa para massagem e tratamentos de saúde, rendário, e equoterapia, com trilhas de caminhada e cavalgada. O Aldeia prevê o funcionamento inicialmente de um hostel com cinco apartamentos, mas o projeto poderá incluir futuras acomodações. A inauguração está prevista para o mês de maio.


Sueli Cuba apresenta o Aldeia Beach Clube: inauguração prevista para junho


Circuito de esportes de areia, quase pronto

Bom dia

Não importa o quanto o tempo passe. O que é verdadeiro sempre vai permanecer. (Querido John)

Ovo em alta

O brasileiro nunca comeu tanto ovo.  É um volume recorde. Há 20 anos, o consumo anual de cada cidadão era de 94 unidades. Dez anos atrás esse número subiu para 148 ovos. Hoje, o brasileiro come mais ovos que a média do cidadão mundial que é de 230 ovos por ano.

Doe celular

O Rotary Club Nascente de Presidente Prudente dá continuidade na campanha de arrecadação de celulares para doar a estudantes. “Doe celular para educar, ajude a estudar”, é o tema. De acordo com o presidente do clube, Wilson Diniz, a campanha agora busca arrecadar dez aparelhos usados e formatados ou novos, para doar a crianças da EE Filomena Scatena Christofano de Alfredo Marcondes. “São estudantes considerados desconectados por não possuírem condições financeiras para aquisição de um celular para realizar suas atividades escolares obrigatórias”, ressaltou Diniz. 

Fim do confinamento

Após seis meses de estado de emergência sanitária, marcado por um inverno letal, Portugal deu início essa semana à  ultima fase e uma gradual flexibilização do confinamento que, até agora, não provocou uma nova onda de contágios de Covid-19. A flexibilização das restrições inclui a reabertura das fronteiras, aumento do horário de funcionamento de cafés, restaurantes, lojas e espaços culturais e os primeiros shows de teste.

Veja também