Aletra para a dengue

GRAZIELA FERNANDES

COLUNA - GRAZIELA FERNANDES

Data 25/10/2020
Horário 03:38

Com o aumento das temperaturas e as chuvas ocasionais é preciso ficar atento para o aumento da proliferação do mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue e outras arboviroses. Em Pirapozinho, a Divisão Municipal de Saúde mantém as rotinas para prevenção à dengue. Entre as medidas, recolhimento de itens que possam contribuir com a proliferação do mosquito. São medidas fundamentais para evitar um surto de casos das doenças relacionadas ao mosquito Aedes.

Dengue em Tarabai

Segundo o último boletim, a cidade já contabiliza 350 casos de dengue. O que acende o alerta para os próximos meses. É preciso atenção e cuidado dos moradores para limpeza, monitoramento das residências e quintais, para evitar a água parada.

Reforço na limpeza

Hora de limpar quintais, jogando fora tudo o que não é utilizado, e que pode servir de criadouro para o mosquito. Não deixe água parada nos pratos de plantas, garrafas vazias devem ficar sempre de cabeça para baixo. Importante ter cuidado com tonéis, depósitos de água, caixas d’água e outros recipientes que possam acumular água. Quintais limpos, recipientes de alimentos dos pets limpos, tudo isso ajuda a combater o Aedes.

Eleições em Pirapozinho

Está difícil caminhar nas calçadas do centro de Pirapozinho aos sábados. É tanto cabo eleitoral, bandeirola, correligionários aglomerando entre as pessoas e moradores. Os nobres candidatos parecem que esqueceram que a Covid-19 ainda está presente no dia a dia dos brasileiros. No último final de semana, passar pelas calçadas da Rui Barbosa entre as ruas Penha Barbosa Castro e a Paulo Sérgio Molina foi verdadeiro exercício de paciência, mas as aglomerações geram mais preocupação e requer atenção das autoridades municipais. A cidade já tem 948 casos confirmados de Covid-19. A consciência coletiva deve partir, principalmente, de quem deseja ocupar o Executivo da cidade.

Por falar em centro

Não vi nenhuma citação nos planos de governo de prefeitáveis de Pirapozinho, de medidas para o centro da cidade. Exceto a revitalização da Praça Manoel Marques Silva, não observei nenhuma proposta para a área central, que sofre com a questão da falta de vagas para estacionamento. Desafio imenso tanto para quem mora na cidade quanto para os moradores de cidades vizinhas que prestigiam o comércio de Pirapozinho. É preciso estudo para melhorar e garantir que as vagas da área central fiquem disponibilizadas para os consumidores da cidade, ou seja, usadas de maneira rotativa. Grande parte dos veículos estacionados é de comerciantes e funcionários de estabelecimentos do centro da cidade. Carros e motos que passam o dia nas vagas, inviabilizando o uso das mesmas por aqueles que querem injetar dinheiro na economia local.

Morte por covid

Na sexta-feira da semana passada, a Prefeitura de Estrela do Norte confirmou mais uma morte pelo novo coronavírus na cidade. Agora, o município contabiliza dois mortos pela doença. A vítima fatal é um idoso de 81 anos, que estava internado na Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente. A cidade tem 47 casos de Covid-19 confirmados.

Painel TCE-SP

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo informou esta semana que as prefeituras já empregaram mais de R$ 3,55 bilhões no combate à Covid-19. De acordo com levantamento, com base nas informações prestadas pelos municípios, 118 prefeituras suspenderam pagamentos de dívidas devido à situação de calamidade, 37 não efetuaram pagamentos devidos no exercício de 2020 decorrentes de operações de crédito interno ou externo. De acordo com os dados do TCE-SP, Pirapozinho já empenhou R$ 3.417.864,48 em gastos com combate à Covid-19; a cidade de Narandiba, R$ 387.094,64; Tarabai, R$ 267.702,78; Estrela do Norte, R$ 286.236,16; e Sandovalina, R$ 271.594,30.

Veja também