Ambiental resgata três aves de cativeiro e autua mulher em R$ 1,5 mil na Vila Operária

Moradora mantinha coleirinhos em gaiolas, sem autorização do órgão competente; animais foram soltos em seu habitat natural

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 22/01/2022
Horário 10:47
Foto: Polícia Militar Ambiental
Aves foram resgatadas e depois soltas em seu habitat natural
Aves foram resgatadas e depois soltas em seu habitat natural

Uma mulher de 60 anos foi autuada em R$ 1,5 mil por manter três aves em cativeiro na Vila Operária, em Presidente Prudente. O caso ocorreu nesta sexta-feira.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, uma equipe foi à residência após receber denúncia e fez contato com a moradora, que autorizou a entrada e acompanhou a fiscalização. No quintal, foi constatada a existência três aves silvestres da espécie coleirinho acondicionados em gaiolas individuais, sem autorização do órgão ambiental competente.

Diante dos fatos, foi lavrado em desfavor da mulher um auto de infração ambiental no valor de R$ 1,5 mil por ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre nativa. Por apresentarem estado bravio, as aves foram soltas em seu habitat natural.

Veja também