Publicidade

Antecipando-se ao possível avanço à fase amarela, Bugalho discute reabertura de bares e restaurantes com categoria

Caso região siga para próxima etapa nesta sexta, estabelecimentos poderão reabrir com atendimento ao público pelo período de seis horas

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 05/08/2020
Horário 17:51
Marcos Sanches/Secom - Bugalho esteve reunido nesta quarta com representantes do Sinhores e shoppings Foto: Marcos Sanches/Secom - Bugalho esteve reunido nesta quarta com representantes do Sinhores e shoppings

Antecipando-se a uma possível reclassificação da região de Presidente Prudente para a fase amarela, em anúncio do governo estadual marcado para esta sexta-feira, o prefeito de Prudente, Nelson Roberto Bugalho (PSDB), esteve reunido nesta quarta com representantes do Sinhores (Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares), dos shoppings da cidade, bem como de empresários, para tratar sobre o funcionamento dos estabelecimentos por seis horas, tempo previsto na fase seguinte da flexibilização.

"Como há essa probabilidade de ir para a amarela, na qual o setor poderá abrir [com atendimento ao público], viemos tratar sobre como será a dinâmica de abertura em relação aos horários e como vamos estruturar isso para seguirmos todos os protocolos exigidos", comenta Rubens Afonso, presidente do Sinhores.

Como há tal expectativa, o titular da Sedepp (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), Carlos Alberto da Silva Corrêa, o Casagrande, conta que o principal assunto debatido foi o horário de funcionamento. "Como são seis horas na fase amarela, cada setor tem suas particularidades, por exemplo, os restaurantes que exploram almoço e janta abririam com horário fracionado, enquanto as pizzarias e bares exploram mais a partir das 18h e seguiriam direto até a 0h", explica.

Dessa forma, Casagrande pontua que o chefe do Executivo determinou que os próprios setores definam qual o melhor horário. Entretanto, segundo ele, a única ressalva válida a todos é que deverão fixar na entrada do estabelecimento o horário de funcionamento, "o que é bom para o cliente e para as autoridades que fiscalizam, ou seja, todos estarão cientes do horário de autuação".

Conforme previsto na fase amarela, os estabelecimentos que não funcionam a céu aberto devem manter todo o ambiente arejado, isto é, com portas e janelas abertas, mesmo se houver ar-condicionado nos locais.

"Durante a reunião, traçamos medidas que atendam a todas as normas de segurança e façam com que a economia se movimente da melhor forma, pois, caso sejamos reclassificamos na fase amarela na sexta-feira, na segunda todos os empreendimentos estarão cientes das normas e já poderão começar a funcionar o quanto antes".

Veja também