Aos 103 anos, o coração de Prudente ainda bate forte no Oeste Paulista

OPINIÃO - Mauro Bragato

Data 13/09/2020
Horário 06:00

Muitos já falaram, vários estão falando, e alguns continuarão exaltando as qualidades de Presidente Prudente nesta semana de aniversário. Nossa querida Prudente completa 103 anos de fundação. Neste pouco mais de um século, ela aparece como uma das melhores cidades para se viver, graças ao seu potencial econômico, pujança agropecuária e qualidade de vida.

Foi em 1968 que cheguei por aqui, junto com toda a família. Já naquela época a cidade tinha a fama de acolhedora e geradora de oportunidades. Meus pais sentiram esse aconchego e partiram para o negócio de “secos e molhados”, ramo da família de origem italiana.

Tenho lembranças e vínculos no Colégio Joaquim Murtinho e no IE (Instituto de Educação) Fernando Costa, onde iniciei na política estudantil. Passo seguinte foi o curso de Ciências Sociais na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras — origem do campus da Unesp (Universidade Estadual Paulista). Fiz parte do movimento cultural estudantil e da criação do Cine Clube.

Ainda jovem ingressei na política partidária e representativa da região. De lá para cá, são muitos anos de trabalho coroados com a satisfação de ter contribuído ativamente com grande parte das obras públicas do município e da região.

Com população estimada em 230 mil habitantes, o IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano) de Prudente é o 13º do Estado e o 25º do país; a cidade é a maior produtora de batata-doce de São Paulo e a segunda maior do Brasil; e a 1ª com sistema de distribuição de biometano do país.

Além disso, de acordo com a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), possui a melhor qualidade do ar entre todos os municípios do Estado onde são feitas medições dos níveis de partículas inaláveis. Tudo concorre para oferecer oportunidade de crescimento e desenvolvimento tanto profissional como pessoal.

O agronegócio é robusto na região. Com 826 estabelecimentos agropecuários, além de 18 usinas de álcool e açúcar, a economia de Presidente Prudente oferece cada vez mais oportunidades de investimentos. De acordo com pesquisa da Urban System, a cidade é a 24ª melhor para se investir em negócios no país.

Também há potencial turístico na cidade. Seja de negócios ou de lazer, uma vez que a cidade está localizada em uma região cercada por lagos formados pelas hidroelétricas, por reservas florestais e ainda por uma infraestrutura composta por hotéis, restaurantes, atrativos ideais para sediar eventos e receber projetos e investimentos que estimulem o setor.

Porém, a cidade não ficou livre dos efeitos da pandemia causada pela Covid-19. A região de Presidente Prudente sofreu com os reflexos da quarentena, mas felizmente, trabalhando firmemente junto ao governo do Estado, conseguimos melhorar os indicadores da pandemia e avançamos de fase no Plano São Paulo.

Voltamos com as atividades de comércio não essenciais, proporcionando a retomada das atividades econômicas. Mas isso não significa que devemos relaxar. Vamos manter os cuidados sanitários e o distanciamento social. Quem puder, fique em casa; saindo, o faça sempre de máscara. Não se esqueça de higienizar constantemente as mãos, com água e sabão e álcool em gel. Evite aglomerações. Assim, passaremos essa difícil fase e Prudente continuará pulsando forte pela região.

Veja também