Após denúncias, policiais salvam cão vítima de maus-tratos em Prudente

Militares chegaram até o autor das agressões através de telefonemas e vídeos veiculados nas redes sociais; homem de 41 anos foi notificado com multa no valor de R$ 3 mil após a constatação do crime

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 26/01/2022
Horário 18:07
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Homem diz que desferiu golpe com uma garrafa pet vazia contra o chão, não atingindo o animal
Homem diz que desferiu golpe com uma garrafa pet vazia contra o chão, não atingindo o animal

Na tarde desta quarta-feira, a Polícia Militar Ambiental resgatou um cachorro que estava sendo vítima de maus-tratos em uma residência no Jardim Everest, em Presidente Prudente. Um homem de 41 anos foi notificado com multa no valor de R$ 3 mil após a constatação do crime.
Conforme o boletim de ocorrência, uma equipe da Polícia Militar Ambiental seguiu até o bairro após denúncias, que foram recebidas através de telefonemas e vídeos veiculados nas redes sociais, onde “supostamente” um homem estava desferindo golpes com uma garrafa pet em um cachorro.
Chegando ao local, os policiais fizeram contato com o envolvido, que declarou que o cão pertence a sua mãe que está viajando, e que ele estava tomando conta do animal. Na sequência, o homem relatou que cachorro não estava habituado a conviver com outros animais em seu quintal, e, que, por esse motivo, fugiu por diversas vezes da residência. 
O indiciado contou à polícia que desferiu golpe com a garrafa pet vazia contra o chão, não atingindo o animal, e que o ato praticado era apenas para “educar o cão”, pois tinha "medo de que o animal fugisse e fosse atropelado na rua".
Diante dos fatos e em posse dos vídeos, foi elaborado em desfavor do envolvido um Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 3 mil por praticar ato de maus-tratos contra animal doméstico, infringindo o contido no disposto do artigo 29 da Resolução SIMA-005/2021. O animal foi recolhido e será entregue à proprietária. 

Veja também