Aquisição da casa própria: consórcio ou financiamento?

Bruna Melo

COLUNA - Bruna Melo

Data 19/09/2021
Horário 06:17

Adquirir a casa própria é o sonho da maioria dos brasileiros, mas nem sempre é possível ter todos os recursos para realizá-lo. Por isso as pessoas ficam em dúvida sobre o que é melhor: fazer consórcio ou financiamento imobiliário?
O consórcio é uma modalidade de compra de imóveis em grupo, em que seus integrantes pagam mensalmente uma parcela com o objetivo de acumular dinheiro. Todos os meses é realizado sorteio entre os participantes daquele grupo, assim como há a possibilidade de contemplação com o lance (maior valor ofertado). As pessoas que são contempladas podem utilizar-se do valor da carta para aquisição do imóvel, porém aqueles que não foram contemplados devem continuar pagando normalmente.
O financiamento é o empréstimo do dinheiro sobre o qual incide juros. Após a assinatura do contrato, o valor é liberado para o consumidor que faz a compra do imóvel. O grande atrativo do financiamento é ter o direito de usufruir do imóvel imediatamente, mesmo sabendo que ele ainda não é totalmente seu. Além disso, o financiamento “congela” o valor do imóvel, que pode haver valorização quando da quitação.
E para visualizar um pouco de cada opção seguem algumas características para comparativo: Consórcio: 1) pagamento de taxa de administração, fundo de reserva e seguro prestamista; 2) reajustes anuais pelo INCC, 3) não recebe o bem imediatamente; 4) costuma ter prazos inferiores aos do financiamento; 5) imóveis podem se valorizar mais que o reajuste do INCC da carta de crédito 6) precisa pagar aluguel de onde mora até ser contemplado. 
Já o financiamento: 1) pagamento de juros; 2) reajustes anuais pela TR; 3) pode usufruir do bem imediatamente; 4) possível diluir as parcelas em prazos mais longos; 5) trava o preço do imóvel; 6) poderá ter um bem mais valorizado ou desvalorizado ao fim do financiamento
Como se observou há grandes diferenças entre o consórcio e financiamento, e não é possível cravar qual seja melhor, isto vai depender das necessidades e das circunstâncias de cada um, por exemplo, caso haja necessidade de sair do aluguel imediatamente o financiamento pode ser mais vantajoso, ao passo que, o consórcio pode ser melhor para aqueles que estão planejando comprar a casa própria, mas ainda não escolheram o imóvel, a localização ou mesmo porque não querem ainda se mudar.
Para definir a melhor opção, é importante se assessorar com profissionais que possam melhor visualizar o perfil e demandas. Assim, caso esteja procurando um imóvel, converse com um especialista imobiliário de sua confiança, ele irá conseguir te explicar as vantagens e desvantagens do consórcio e do financiamento para assim decidir o que é melhor para você no momento.
 

Veja também