Arroz de Ouro

Sandro Villar

O Espadachim, um cronista a favor do grilo e contra o grileiro

CRÔNICA - Sandro Villar

Data 17/09/2020
Horário 05:30

Saquearam um supermercado em São Gonçalo, no Estado do Rio de Janeiro, e, como é óbvio, os famintos, quer dizer, os saqueadores se apoderaram de alimentos básicos, como arroz e feijão. Será que a "coisa" começa assim? Gente com fome ninguém segura, mesmo com um esquema de segurança eficiente.
Tal saque dá o que pensar. Ou o que refletir, tanto faz, mas, hoje, quero falar do arroz e o título da crônica é uma homenagem ao Restaurante Arroz de Ouro, que ficava no Largo do Arouche, centro de São Paulo. Era um restaurante macrobiótico, o sistema de nutrição baseado em cereais integrais, legumes, verduras, frutas como a maçã (de preferência, assada ou cozida), peixes e aves, sendo os dois últimos itens em pequenas porções.
A estrela entre os cereais integrais é o arroz integral, o arroz de ouro porque o arroz branco refinado, cheio de talco, não conserva todos os nutrientes do arroz integral. Entre os vários tipos de arroz, o melhor é o cateto e isso lembra porco selvagem, não é mesmo?
Arroz integral tipo cateto. Taí o alimento ideal, com equilíbrio nas taxas de sódio e potássio. Se você consome arroz integral, opte sempre pelo cateto. Se não encontrar o cateto, pode levar pra casa o arroz agulhinha, que também é bom, mas, vale lembrar, bom mesmo é o cateto amarelo, o arroz de ouro.
Arroz integral bem mastigado tem efeito calmante e faz muito bem para a saúde. Sobre a importância da mastigação, que ajuda o estômago, vale lembrar o que disse Gandhi: "Mastigar os líquidos e beber os sólidos". Baita frase, belo jogo de palavras. 
Pode-se também fazer chá de arroz integral. Nesse caso, toste na frigideira duas colheres de sopa de arroz e, na sequência, coloque o cereal num recipiente com um litro de água. Deixe ferver até reduzir para meio litro. Você vai beber um chá que é bom para febre, cansaço e sede. A meu ver, o sabor é agradável.
Se o trigo é o rei dos cereais, o arroz é a rainha e, se bem me lembro, os sete cereais mais importantes são os seguintes: arroz, aveia, centeio, cevada, milho, trigo e painço. 
Como é que é, seu cronista? Painço é cereal? Sim, cara-pálida, painço não é só comida de passarinho. Também é um ótimo alimento para o ser humano. Não vou alimentar polêmicas. Os interessados que tratem de pesquisar. Falar de comida até que é bom e, no arremate da crônica, lembro que os povos antigos que progrediram tinham algum cereal como alimento básico.

P.S.: Sobre alimentação, vale lembrar o conselho do doutor Hipócrates, o pai da Medicina: "Faça do alimento o seu remédio". Também vale lembrar que ele recomendava caminhadas, como remédio, claro!

DROPS

De grão em grão a galinha enche o papo e o dono da granja enche o bolso.

Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau desistiram de passear na floresta. Eles têm medo de encontrar o sinistro do Mínimo Ambiente.
(baseado em charge do Nani).

Filme da Semana no Cine Brasil: "Pantanal Incinerado", estrelando grande elenco de atores canastrões.

Era um gari tão eficiente que varria até países do mapa.
 

Veja também