Automedicação responsável

OPINIÃO - Luis do Nascimento Ortega

Data 23/07/2020
Horário 04:52

A automedicação é uma prática muito comum entre os brasileiros. Acontece quando o usuário do medicamento, por decisão própria, resolve fazer uso de um medicamento, muitas vezes seguindo a indicação de um familiar, amigo ou conhecido, ou ainda de uma experiência anterior. 
Em algumas situações, esta prática pode ser benéfica, automedicação responsável, desde que os usuários utilizem os medicamentos para tratar sintomas e males menores, sempre com as orientações adequadas. O uso deve ser de medicamentos aprovados pelo Ministério da Saúde, o que garante que houve estudos de garantia de qualidade, de eficácia e de segurança. 
No entanto, esta prática pode trazer alguns riscos para o usuário, como reações adversas graves e até óbitos, já que todos os medicamentos, inclusive os de venda livre, fitoterápicos e plantas naturais, possuem efeitos indesejáveis e em alguns casos com sérios prejuízos para a saúde. 

O uso de um medicamento desnecessariamente pode mascarar uma doença séria ou ter efeitos indesejáveis

Há uma crença popular de que o que é natural não faz mal e, isso não é verdadeiro. Para garantia do uso racional do medicamento, é preciso que se verifique a necessidade. O medicamento somente deve ser usado se necessário, para tratar ou prevenir alguma doença, e para isso precisa de um diagnóstico correto, realizado por um médico. 
O uso de um medicamento desnecessariamente pode mascarar uma doença séria ou ter efeitos indesejáveis. Também, o medicamento precisa ser efetivo, que é a capacidade de obtenção do resultado esperado, por exemplo, a cura. Ainda, o medicamento deve ser seguro. A segurança de um medicamento é garantida quando o uso do mesmo não produz efeitos indesejáveis, que podem ser leves, moderados e graves, inclusive podendo levar à morte. 
É importante o acompanhamento do usuário de medicamentos por um profissional para verificar a necessidade, efetividade e a segurança do medicamento. Portanto, sempre que for utilizar um medicamento, procure por um médico e/ou um farmacêutico.

 

Veja também