Baep apreende 101 porções de cocaína e notas falsas no Jardim Monte Alto

Flagrante ocorreu em uma loja de conveniência, onde o proprietário acabou preso por tráfico 

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 17/05/2021
Horário 13:41
Foto: Polícia Militar
Papelotes estavam dentro de uma sacola, juntamente com as notas falsas
Papelotes estavam dentro de uma sacola, juntamente com as notas falsas

Um estabelecimento comercial no Jardim Monte Alto, em Presidente Prudente, foi alvo de ação do 8º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), na noite de ontem. Dentro do forro do banheiro, os militares encontraram 101 porções de cocaína e notas falsas. O proprietário do local foi preso em flagrante, suspeito por tráfico de drogas. 

De acordo com a guarnição, a Polícia Militar recebeu denúncia de que um homem de 40 anos, dono de uma loja de conveniência, usava o estabelecimento para comercialização de drogas. Ainda conforme as primeiras informações, os entorpecentes supostamente estariam escondidos no forro do banheiro.

Diante disso, os policiais foram ao local e conversaram com a mãe do investigado, que autorizou as buscas no prédio.

“Como na denúncia constava que a droga estava no forro do banheiro, peguei uma escada e subi. Retirei uma placa e localizei uma sacola plástica, contendo em seu interior vários papelotes de substância com aparência de cocaína,” explica um dos policiais. 

No saco, de acordo com a polícia, também havia um bilhete direcionado ao dono do estabelecimento, com informações sobre o tráfico, e ainda duas notas de R$ 50, aparentemente falsas.

“O bilhete também fazia referência a tais notas. Indagado acerca da droga e das notas, ele disse desconhecer; no entanto, pelo escrito no bilhete, há indícios que tais drogas e as notas são [do proprietário], até porque faz referência a ele, inclusive consta o nome dele”, relata a Polícia Militar. 

Em depoimento na Central de Flagrantes da Polícia Civil, o homem negou ser dono dos objetos apreendidos e, em síntese, alegou que o banheiro é usado por muitas pessoas e que possui desafetos, que podem ter tramado algo contra ele. Após apresentação ao plantão, o indivíduo permaneceu detido e aguarda o andamento da investigação.

Veja também