Baúdas3: experiência de consumo consciente 

Três irmãs de Prudente tiveram a ideia de criar uma plataforma para desapego e apego de móveis ou objetos de decoração, e colhem frutos pessoais e profissionais

VARIEDADES - MARCO VINICIUS ROPELLI

Data 04/10/2020
Horário 06:50
Marco Vinicius Ropelli - No Instagram do Baúdas3, todos os produtos da empresa estão descritos e precificados 
Marco Vinicius Ropelli - No Instagram do Baúdas3, todos os produtos da empresa estão descritos e precificados 

Com o objetivo de “ser sustentável em um mundo no qual essa necessidade é tão urgente”, as irmãs de Presidente Prudente, a advogada e administradora Regina Maria Lopes Araújo, a empresária Rosângela Lopes Martins Godoi e a designer de interiores Rosana Lopes Chaparro, lançam o Baúdas3 (a escrita é assim mesmo, juntinha), uma empresa de intermediação de móveis e objetos de decoração.
Na prática, o Baúdas3 busca levar soluções para pessoas que pretendem realizar um desapego consciente de artigos de casa e desejem uma nova moradia para o móvel ou objeto de decoração, de forma que ele continue fazendo parte da vida de outra família. É isso que as irmãs proporcionam. 
“Em junho deste ano, em tempos de pandemia, nós em casa em um bate papo surge a ideia da loja virtual, eu me aposentando do comércio, a Regina se propondo a novas experiências e a Rosana chegando de mudança de Salvador (BA), parceria perfeita”, ressalta Rosangela. 
A partir disso, com parceria de uma agência de publicidade de Presidente Prudente, as irmãs criaram todo o conceito do negócio digital e se fixaram em redes sociais. “Nossa proposta é dar oportunidade para as pessoas, através de nossa vitrine, encontrarem uma outra pessoa que vai valorizar tanto quanto elas aquele seu desapego. O consumo consciente é uma questão de hábito: pequenas mudanças em nosso dia-a-dia têm grande impacto no futuro”, completa. 

Garimpo de coisas boas

Os objetos que o Baúdas3 dá vitrine são, como explica Rosangela, de perfeito estado de conservação. “Por ser coisas usadas, faz parte ocorrer da peça ter o desgaste do tempo e apresentar alguma avaria que será sempre demonstrada em foto para o cliente visualizar”, complementa. O primor pela qualidade se dá pelo amor das irmãs em “garimpar” coisas boas. Mais do que observar os objetos, tal garimpo sempre proporciona, como dizem, boas histórias e conversas com as pessoas. 

“O CONSUMO CONSCIENTE É UMA QUESTÃO DE HÁBITO: PEQUENAS MUDANÇAS EM NOSSO DIA-A-DIA TÊM GRANDE IMPACTO NO FUTURO”
Rosângela Lopes Martins Godoi

Pela paixão em ouvir as histórias e bater um bom papo com os clientes da plataforma, pode-se pensar: será que essa interação dá certo no ambiente virtual? Sim, e muito. “Estamos amando, é dinâmico, trouxe uma eletricidade única, agora estamos nos adaptando. Fomos pegando o jeito da coisa, vamos criando regras, profissionalizando cada dia, estudando mais, pesquisando sobre o mercado. Tudo é muito novo, desafiador e maravilhoso. É bom estar em contato com pessoas do outro lado do aparelho, realizar a venda, interagir com os dois lados ao mesmo tempo, o que desapega e o que apega, tudo muito rápido pela telinha, e o mais gratificante é saber que os nossos seguidores estão gostando”, destaca. 

Relacionamento com os clientes

No formato digital, o protocolo de atendimento do Baúdas3 é o seguinte: a pessoa interessada em desapegar entra em contato com a empresa por meio da página do Instagram (@baudas3) ou pelo WhatsApp (18 99703-0333) e envia fotos da peça, descrição e valor (elas também realizam o trabalho, se preciso, de ajudar a precificar o artigo). As irmãs, por suas vezes, realizam pesquisa da peça e, se necessário vão à casa do cliente para ver o objeto em loco. Estando tudo certo, postam a foto e informações na página do Instagram com a devida autorização de quem quer desapegar. 
Quem se encantar com as peças faz o mesmo caminho, entra em contato pelos mesmos canais, seja para tirar dúvidas ou efetuar a compra. Toda a questão de forma de pagamento é explicada neste momento.
Um outro lugar onde os interessados podem encontrar as fotos e descrição dessas peças de móveis e decorações é nos Classificados deste diário. “O leitor do jornal será surpreendido todos os dias com uma novidade que enche os olhos”, garante Rosangela.

(((SERVIÇO)))
O Baúdas3 está no Instagram (@baudas3) e no WhatsApp: (18) 99703-0333.

Foto – Cedida

As três irmãs, da direita para a esquerda: Regina, Rosângela e Rosana 

Veja também