Publicidade

Bem-estar por meio da música

“Projeto Emoções” ocorre todas as quintas-feiras, no Museu e Arquivo Histórico Prefeito Antônio Sandoval Netto, em Prudente, a partir das 14h, e revive bons momentos

PRUDENTE - GABRIEL BUOSI

Data 14/02/2020
Horário 07:55
Weverson Nascimento - Grupo se reúne às quintas-feiras, às 14h, para momentos de interação com a música Foto: Weverson Nascimento - Grupo se reúne às quintas-feiras, às 14h, para momentos de interação com a música

Teve início ontem, após um período de recesso, as atividades do “Projeto Emoções”, iniciativa que ocorre às quintas-feiras, a partir das 14h, no Museu e Arquivo Histórico Prefeito Antônio Sandoval Netto, em Presidente Prudente, e objetiva promover o bem-estar de idosos, mas também dos adultos interessados, por meio da música. “É o momento em que trabalhamos as relações pessoais, interpessoais e sociais, e que favorecem a integração coletiva. Este é um projeto que faz muito bem para todos os envolvidos”, comenta a psicóloga responsável pelos encontros, Norma Cecília Bizari Cavichioli Franzini.

Para que a atividade ocorra, o grupo aproveita o acervo de aproximadamente 10 mil discos de vinil presentes no museu, e que, com os mais diversos ritmos, revivem momentos marcantes de suas histórias. De forma prática, a psicóloga responsável lembra que os grupos são montados com atividades aplicadas com as técnicas da psicologia, em uma abordagem da psicologia social crítica, quando são usadas, por exemplo, a escrita, concentração, a memória e, em algumas ocasiões, os jogos, todos sempre com a música de companhia.

O projeto, inclusive, foi referência e fez sucesso no 4º Congresso Brasileiro de Psicologia, que foi realizado em Curitiba (PR) em 2019. Vale destacar que a iniciativa conta com a parceria da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), através dos acadêmicos de Psicologia, que fornecem suporte dentro de toda a ação.

INICIATIVA QUE FAZ

BEM PARA A ALMA

No ano passado, quando a atividade teve início, no começo do ano, a reportagem esteve presente no encontro e teve a oportunidade de entrevistar a simpática, gentil e alegre Lourdes Martins Nespoli, hoje com 86 anos. Na ocasião, ela afirmou que o compromisso semanal era motivo de alegria para ela, que lembrou gostar de se sentir uma “pessoa ativa”. Ontem, um ano depois, a reportagem – e este mesmo repórter – teve a oportunidade de reencontrar a senhora de cabelos brancos e sorriso que contagia, que, alegre, já mostrava a interação e familiaridade com todo o grupo. “É onde me sinto bem, faço questão de acompanhar e não tenho preferências musicais, gosto de tudo o que colocam”.

A filha dela, Rita de Cássia Nespoli, 55 anos, acompanhou ontem a mãe e, durante conversa com a reportagem, contou que ao longo destes anos ao lado dos colegas percebeu que a autoestima e a felicidade de Lourdes elevaram de forma sem igual. “É aquela sensação de pertencer a um grupo e de saber que ela é sim útil para todos os aspectos da vida. Então, é um prazer trazê-la”, comentou. A jovem senhora – que é leitora assídua deste periódico há pelo menos 40 anos, tendo o veículo como sua fonte de informação diária – finaliza ao dizer que gosta de conversar, mas também de ouvir, e afirma que para ela o projeto é sinônimo de bem-estar. “Estou em casa”.

SERVIÇO

Para participar do Projeto Emoções, os interessados precisam ligar no Museu e Arquivo Histórico Prefeito Antônio Sandoval Netto, em Presidente Prudente, pelo telefone 3223-9404. Os encontros ocorrem às quintas-feiras, às 14h. A unidade fica na Avenida Manoel Goulart, 2.415, na Vila Santa Helena.

Veja também