Bruno Lins e Codó garantem vagas na Rio-2016

Esportes - Jefferson Martins

Data 05/07/2016
Horário 11:31
 

Os velocistas que treinam em Presidente Prudente, Bruno Lins Tenório de Barros e José Carlos Moreira, Codó, foram os únicos a confirmarem vagas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, entre 5 e 21 de agosto. A dupla orientada por Jayme Netto Júnior se garantiu na competição durante a 35ª edição do Troféu Brasil, realizado entre quinta-feira e domingo, em São Bernardo do Campo. Embora não tenham conquistado o índice, outros atletas da região também subiram ao pódio.

Jornal O Imparcial Alex Soares (no canto direito), da Fundacte, foi o terceiro colocado no decatlo

No primeiro dia de disputas, Codó que representa o CT Piauí foi prata com o tempo de 10s25, o suficiente para o colocar no time que representará o Brasil na Olimpíada. O quarteto terá também Bruno Lins, que será o velocista reserva nos 200 m. Na prova realizada no Troféu ele ficou com o bronze, ao correr 20s55.

Pelos 400 m com barreiras, a prudentina Liliane Fernandes Barbosa foi prata, assim como pelo revezamento 4x400, representando o ECP (Esporte Clube Pinheiros). No entanto, não atingiu o objetivo maior que era o índice.

Jornal O Imparcial Codó confirmou vaga na Olimpíada e vai integrar a equipe do revezamento 4x100

Em seu perfil no Facebook, a velocista agradeceu a todos os amigos, familiares que a apoiaram e garantiu que não desistiu do sonho olímpico. "Sou grata por tudo que Deus faz na minha vida. O sonho não acabou, apenas ficou mais distante", completa.

Jornal O Imparcial Liliane (à dir.) conquistou duas medalhas de prata na disputa do Troféu Brasil

O também prudentino Mauro Vinicius Hilário Lourenço da Silva, Duda, foi segundo no salto em distância – ele representa o clube de atletismo BM&FBovespa.

 

Decatlo

Representando o elenco da Fundacte/Centro de Excelência/Semepp de Prudente, Alex Soares ficou com o bronze no decatlo, resultado comemorado pelo seu treinador, Dino de Aguiar Cintra Filho. "A performance dele me deixou bastante esperançoso para conseguir índice no Mundial do ano que vem. Chamou, inclusive, a atenção dos treinadores que acompanham o decatlo, pois a evolução dele foi bastante significativa, já que chegou há pouco tempo em Prudente", destaca Dino.

O competidor que disputa o decatlo encara os 100, 400 e 1.500 metros, arremesso de peso, salto em altura e em distância. Além dos 110 m com barreira, lançamento de disco e de dardo, salto com vara, isso dividido em dois dias.

Os outros atletas orientados pelo treinador são Yuri Ventura, que na mesma prova fechou a participação em décimo; Danylo Santos Martins, que atua pelo ASA de São Bernardo do Campo e ficou em quarto no salto em distância; e Gabriele Sousa dos Santos que foi sexta também no salto em distância.

 

SAIBA MAIS

Classificação

A 35ª edição do Troféu Brasil chegou ao fim no domingo. O Pinheiros ficou em primeiro com 463 pontos, 2,5 a mais que o BM&FBovespa, segundo colocado. O Orcampi Unimed foi o terceiro com 257,5. O CT Piauí de Bruno Lins e Codó encerrou a participação na 11ª posição. A Fundacte/Semepp foi a 24ª no geral. A competição terminou e colaborou para aumentar a relação de qualificados para os Jogos Olímpicos – serão 66 atletas brasileiros (lista completa disponível no site www.cbat.org.br).

Na competição, o destaque ficou com Fabiana Murer, que no salto com vara fez 4,87 m e atingiu o novo recorde sul-americano.

 

 

Alex Soares (no canto direito), da Fundacte, foi o terceiro colocado no decatlo

 

 

Codó confirmou vaga na Olimpíada e vai integrar a equipe do revezamento 4x100

 

 

Liliane (à dir.) conquistou duas medalhas de prata na disputa do Troféu Brasil

 

 

Marcello Zambrana/CBAt

Veja também