Campanha da Fraternidade: reflexão sobre como educar verdadeiramente o ser humano

Padre Thiago Calçado “Fala com sabedoria, ensina com amor” que o ser humano precisa cultivar os valores básicos que na ânsia pela técnica ou meramente pelos interesses do mercado são deixados de lado

VARIEDADES - ESPECIAL PARA O IMPARCIAL

Data 06/03/2022
Horário 04:00
Foto: Foto: CNBB
Cartaz que ilustra a Campanha da Fraternidade de 2022
Cartaz que ilustra a Campanha da Fraternidade de 2022

“Fraternidade e Educação”. “Fala com sabedoria, ensina com amor”. Este é, respectivamente, o tema e o lema bíblico, extraído de Provérbios 31, 26, da Campanha da Fraternidade, lançada na Quarta-feira de Cinzas. O padre Thiago Calçado, responsável pela campanha 2022 na Diocese de Presidente Prudente traz com seu conhecimento ricas informações sobre o assunto.

Muitos devem se perguntar por que a Campanha da Fraternidade ocorre sempre no período quaresmal. O sacerdote explica que é pelo fato de liturgicamente ser o tempo mais apropriado para se falar de conversão e mudança de vida.

“São 40 dias que antecedem a Páscoa. Então a Igreja dedica esse tempo para uma reflexão sobre a nossa mudança de vida. A nossa mudança de hábitos. A mudança de atitudes em relação a nós mesmos e ao próximo”, expõe o padre responsável diocesano pela CF/2022.

Sobre qual a reflexão da campanha deste ano, padre Thiago diz que é sobre o que significa verdadeiramente educar o ser humano. Segundo o padre, a Igreja se preocupa para que o ser humano tenha uma educação integral que cultive os valores como a vida, a família, o respeito à casa comum, que é o meio ambiente, uma cultura de paz, uma cultura de encontro, tal como o papa Francisco propõe.

“Há uma preocupação dos bispos do Brasil com que de fato a Igreja encontre a educação como um lugar de formação do ser humano de maneira integral. Um ser humano que possa cultivar os valores básicos que muitas vezes, na ânsia dos desejos pela técnica ou meramente pelos interesses do mercado são deixados de lado”, cita.

 

Responsabilidade de cada um

Padre Thiago salienta então que os objetivos da campanha são implantar em cada cristão, em cada católico a certeza de que a educação também é de responsabilidade de cada um. Que isso não é apenas papel do professor, de funcionários das escolas, mas todo mundo ajuda a educar.

“Há um ditado, um verbo africano, que diz o seguinte: ‘é preciso uma aldeia inteira para educar uma pessoa’. Então nesse processo educacional as comunidades cristãs também tem uma importância muito grande. São elas que ajudam as escolas, os professores e os pais a trazerem os valores como o respeito ao próximo, a dignidade da pessoa humana, tão importantes para o processo educacional”, destaca o religioso complementando que isso é feito através de um processo que integra vários agentes da igreja comunidades, padres, coordenadores, etc.

 

A conversão nunca é individual

De acordo com padre Thiago, a Campanha da Fraternidade tem uma importância grande porque faz as pessoas refletirem sobre o papel comunitário que a fé cristã exige. Isso significa que a conversão nunca é apenas individual. Ele diz: “Não existe conversão para mim mesmo. Ela é uma conversão social também, coletiva”

Conforme o padre a mudança do nosso interior também se constrói a partir da nossa mudança em relação ao próximo, em relação ao meio ambiente. E o tema desse ano fala exatamente disso, que o ato de educar um ser humano implica uma conversão de toda a sociedade.

“Trata-se de mover o ser humano no sentido de entender o ato de educar como um ato de amor! O lema ‘Fala com sabedoria, ensina com amor’ mostra exatamente isso. Que a sabedoria não existe fora do amor. Fora da compaixão”, destaca.

 

Fomentar a reflexão

Padre Thiago aconselha que a primeira iniciativa que os fiéis devem ter dentro das suas comunidades é procurar o padre da sua paróquia e fomentar a reflexão que a campanha traz através dos encontros de pequenos grupos da comunidade, encontros com jovens, com adolescentes, nas escolas, de repente procurar a direção, professores e apresentar o material da Campanha da Fraternidade para que aquela temática seja desenvolvida ali. “Seja através de encontros, momentos de reflexão, de iniciativas artísticas e que possam assim ajuda-los a pensar sobre a Campanha da Fraternidade!”, pontua.

 

 

MOVER O SER HUMANO NO SENTIDO DE ENTENDER O ATO DE EDUCAR COMO UM ATO DE AMOR! O LEMA ‘FALA COM SABEDORIA, ENSINA COM AMOR’ MOSTRA EXATAMENTE ISSO. QUE A SABEDORIA NÃO EXISTE FORA DO AMOR. FORA DA COMPAIXÃO”

Padre Thiago Calçado, responsável pela campanha na Diocese de PP

 

Foto: Cedida

Padre Thiago Calçado diz que tema desse ano fala que o ato de educar um ser humano implica uma conversão de toda a sociedade

 

Foto: Freepik

Padre Thiago diz que a mudança do nosso interior também se constrói a partir da nossa mudança em relação ao próximo, em relação ao meio ambiente

Veja também