Cataratas do Iguaçu, destino do mundo

Destino turístico consagrado por uma das paisagens mais belas do planeta vira a meca do ecoturismo

TURISMO - Da Reportagem Local

Data 08/03/2020
Horário 04:20
Rodrigo Mattjie - As cataratas formam um conjunto de 275 saltos Foto: Rodrigo Mattjie - As cataratas formam um conjunto de 275 saltos

O Rio Iguaçu, que nasce na Serra do Mar, na região metropolitana de Curitiba, e atravessa todo o Estado do Paraná, proporciona um majestoso espetáculo pouco antes de desembocar no Rio Paraná, na fronteira trinacional entre Brasil, Argentina e Paraguai. Os últimos 50 quilômetros do Iguaçu correm dentro do Parque Nacional que leva o mesmo nome e é a maior área de preservação ambiental do Sul do país. É nesse espaço de natureza exuberante que estão as Cataratas do Iguaçu.

As cataratas nascem em meio ao verde do parque, onde as águas primeiro formam piscinas naturais para depois despencar de gigantescos paredões de basalto num conjunto de 275 saltos. É esta enorme quantidade de quedas, em forma de ferradura, com 2.700 metros de extensão – 800 no Brasil e 1.900 na Argentina –, que atrai visitantes dos cinco continentes e consagra o destino Iguaçu como um dos mais visitados no Brasil pelos turistas estrangeiros.

Na caminhada de 1,5 quilômetro pelas passarelas construídas na margem brasileira do Iguaçu, a inebriante vista panorâmica é o maior destaque, mas ainda há os encantos da fauna, como as borboletas e seu voo quase mágico e as brincadeiras dos quatis, e da flora, com exemplares únicos no mundo.

Dentro do parque, próximo às quedas, está o Hotel Cataratas, todo em estilo colonial português e recentemente adquirido pelo grupo inglês Orient-Express. A rede hoteleira pretende transformá-lo em um estabelecimento com padrão superior ao cinco estrelas.

Outro destaque da infraestrutura invejável construída pela iniciativa privada para atender aos visitantes no Parque Nacional do Iguaçu é o espaço Porto Canoas, que além de uma vista privilegiada da parte superior das Cataratas, conta com um restaurante de padrão internacional que abre para uma programação especial em noites de lua cheia. Os tons de prata das cachoeiras sob a luz do luar são o principal atrativo do Luau das Cataratas.

Em território argentino, a emoção é garantida pela proximidade aos inúmeros saltos, como o maior de todos, a Garganta do Diabo. Esse salto, em forma de ferradura, é o ponto alto de um roteiro de trilhas e circuitos que somam mais de quatro quilômetros de caminhada.

Além do extenso conjunto de trilhas, o Parque Iguaçu tem diversos atrativos, entre os quais os jipes elétricos, encarregados de levar os visitantes a alguns passeios específicos.

O parque abriga ainda um hotel cinco estrelas, o Sheraton Internacional Iguazú Resort, que detém uma vista frontal das Cataratas.

Fotos: Rodrigo Mattjie

Por uma passarela é possível apreciar bem de perto o espetáculo


Os mais aventureiros podem aproximar-se das cataratas, por um inesquecível passeio de barco Macuco Safari

Serviço
Cataratas do Iguaçu
Horário de funcionamento: de segunda a domingo, das 9h às 17h. No verão, das 9h às 18h
Informações e reservas: (45) 3521-4400
Site: www.cataratasdoiguacu.com.br 
E-mail: cataratas@cataratasdoiguacu.com.br

Cataratas del Iguazú
Endereço: Avenida Victoria Aguirre, 66
Telefone: (00xx54) 3757 420-722 e 420-382
Horário: das 8h às 18h (às segundas-feiras abre às 13h)
Puerto Iguazú - Missiones
Site: www.iguazuargentina.com 

 

Patrimônio Natural da Humanidade

DA REPORTAGEM LOCAL

Tombado pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade, em 1986, o Parque Nacional do Iguaçu, onde estão as Cataratas do lado,  é o segundo parque nacional mais antigo do Brasil. Foi criado em 1939, com uma área de 185 mil hectares. Do lado argentino, o Parque Nacional do Iguazú tem 67 mil hectares.

O parque é considerado uma das últimas reservas florestais da Mata Atlântica do Brasil e a maior reserva de floresta pluvial subtropical do mundo.

A diversidade biológica do parque impressiona pelos números: são 257 espécies de borboletas, 18 de peixes, 12 de anfíbios, 41 espécies de serpentes, oito de lagartos, 340 de aves e 45 de mamíferos, atraindo a atenção de vários pesquisadores que ali encontram fonte para relevantes trabalhos científicos.

O Parque Nacional do Iguaçu abriga em seu território espécies raras da fauna e da flora. São milhares de animais, muitos deles ameaçados de extinção, como a onça-pintada e o jacaré-de-papo-amarelo, e algumas espécies de aves bastante raras, como a jacutinga, o gavião harpia e o papagaio-de-peito-roxo.

A flora também é bastante diversificada. Há espécies que chegam a atingir 30 metros de altura, como a timbaúva, o cedro, a peroba e os ipês, além de orquídeas e bromélias.

Veja também