Cemitérios de Prudente recebem 7 celebrações de missas no feriado

Enquanto o São João Batista realiza cinco solenidades, a primeira delas às 9h, sob o comando do bispo diocesano dom Benedito, o Campal promove duas, uma a mais do que o usual

PRUDENTE - ANDRÉ ESTEVES

Data 27/10/2016
Horário 07:44


Na quarta-feira é lembrado o Dia de Finados, quando milhares de pessoas saem de suas casas e se dirigem aos cemitérios de Presidente Prudente para relembrar a memória de entes que se foram e rezar por suas almas. Neste ano, a Paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja promove cinco celebrações no Cemitério Municipal São João Batista, enquanto a Paróquia São Paulo Apóstolo vem com uma missa a mais do que de costume, no Cemitério Municipal Campal. É o que expõe o padre Pedro Nilton Guarinão: "Teremos uma missa no horário das 9h e outra no das 11h. Esta é uma decisão nova, a fim de abrir uma segunda possibilidade para a população que visita o cemitério", expõe. Ambas serão ministradas pelo próprio pároco.

Jornal O Imparcial Celebrações de missas nos cemitérios municipais de PP relembram a memória dos mortos

No São João Batista, a primeira solenidade ocorre às 9h, sob o comando do bispo diocesano dom Benedito Gonçalves dos Santos e contará com uma homenagem aos militares; às 11h, a segunda missa é ministrada pelo monsenhor Mauro Laércio Magro, da Paróquia São Lucas; já às 13h, quem celebra a cerimônia é o padre Sanderson Vergara, da Paróquia Menino Jesus de Praga; às 15h, a missa é conduzida pelo padre Alex João de Santana, da Paróquia Nossa Senhora das Graças; e, para encerrar a programação, o padre Edcarlos Amorim Moreira, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, promove a última celebração. Na Paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja, a Santa Missa por Finados será celebrada no horário de praxe, às 19h30.

 

Origem

De acordo com o catolicismo romano, desde o primeiro século, os cristãos tinham o costume de visitar os túmulos para rezar pelos que morreram sem martírio. Mais tarde, no quarto século, as missas já celebravam a memória dos mortos. No século seguinte, a igreja passa a dedicar anualmente um dia para orar por todos os mortos, pelos quais ninguém rezava ou lembrava. A partir do século 11, os papas Silvestre II (1009), João XVIII (1009) e Leão IX (1015) obrigam a comunidade a destinar um dia por ano aos falecidos. Sendo assim, desde o século 13, a data é comemorada em 2 de novembro, tendo em vista que no dia 1º é a festa de Todos os Santos, que celebra todos aqueles que morreram em estado de graça e não foram canonizados.

 

SERVIÇO

O Cemitério Municipal São João Batista está localizado na Rua José Bongiovani, 975, Vila Liberdade, próximo ao HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo, enquanto o Cemitério Municipal Campal fica na Avenida José Campos do Amaral, 995, no Residencial Anita Tiezzi.

 

Veja também