CENTRAL DE REGULAÇÃO DE VAGAS

REGIÃO - GRAZIELA FERNANDES

Data 09/02/2020
Horário 03:17

Um requerimento de autoria do vereador Claudinei Dinello (PSDB), de Pirapozinho, e assinado por todos os vereadores, segue para o deputado estadual Mauro Bragato (PSDB), apresentando os problemas detectados com a inclusão do município no sistema da central de regulação de vagas. De acordo com o documento, para inserção da cidade, não foram observadas a estrutura física do pronto-atendimento local que dispõe somente de leito de observação e não há estrutura para manter pacientes que aguardam liberação de vagas com segurança para pacientes e familiares. As autoridades precisam reavaliar esta situação, pois a estrutura de observação não garante cuidados como internação e outros procedimentos que podem trazer risco à vida destes pacientes. Até quando a cidade conviverá com esse drama?

POR FALAR EM ATÉ QUANDO

Até quando usuários dos transportes intermunicipais conviverão com problemas acarretados pela alteração de itinerários na cidade de Prudente? Na edição do dia 19 de janeiro, abordamos o descaso e falta de planejamento do poder público da maior cidade do oeste paulista que trouxe prejuízos não somente aos boxistas do camelódromo de Prudente, mas que afetou diretamente centenas de usuários do transporte intermunicipal. A falta de respeito com usuários das linhas intermunicipais ainda é perceptível para a área improvisada para onde foram deslocadas os ônibus que seguem para a cidade de Pirapozinho, Tarabai, Sandovalina e Estrela do Norte.

SEM INFRAESTRUTURA

Em horários de pico, especialmente no final do expediente, quem depende dos ônibus não tem acesso a uma infraestrutura mínima para abrigar a população. Uma cobertura foi instalada, mas é insuficiente, pois em determinados horários saem várias linhas e os usuários formam filas para esperar o ônibus com seu itinerário. Falta o olhar dos poderes públicos de todas as cidades envolvidas, mas especialmente das autoridades prudentinas, temos ônibus estacionados até o horário de saída, sem sinalização adequada na Avenida Brasil, em frente à rodoviária de Prudente. A coluna flagrou diversos motoristas parados atrás destes ônibus que ainda aguardam horário para liberar embarque de passageiros, deixando o trânsito complicado.

DENGUE EM NARANDIBA

Não se fala em outra coisa na região, senão para o avanço dos casos de dengue. Em Narandiba, as autoridades de saúde estão preocupadas com o número de casos confirmados da doença. De acordo com o último levantamento, são sete casos confirmados, 25 notificados. Dos casos confirmados, quatro são autóctones e três importados. Que a dengue mata, todos nós sabemos. E todos os anos é a mesma ladainha, depende de cada um de nós. Estamos falando da limpeza de nossos quintais, mas não adianta tirar do seu quintal e jogar num terreno baldio, precisamos ter a consciência para os cuidados básicos que evitam a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

ERRAMOS

Na edição anterior, a coluna noticiou o caso que está sendo apurado do uso de veículo oficial para transporte de bebidas. O caso foi registrado na cidade de Narandiba.

AFINAL DE CONTAS, O QUE FAZ UM PREFEITO?

Eleito de quatro em quatro anos, o prefeito é o chefe do Executivo municipal, responsável pela administração da cidade. Atua com o objetivo de preservação e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Mas ele não faz isso sozinho. Ele só consegue administrar em conjunto com a Câmara Municipal, ou seja, com apoio dos vereadores, que também são eleitos de quatro em quatro anos. O eleito para o principal cargo do município precisa administrar os impostos e revertê-lo em benefício da população, cuidar do orçamento municipal, reivindicar apoio dos governos estadual e federal também em prol da cidade, apresentar projetos de lei que também impactem positivamente na vida da cidade. Mais que um gestor, um líder que possa ouvir os anseios da comunidade e garantir o crescimento da cidade e, consequentemente da região onde vivemos.

Veja também