Cidades devem estar atentas nova proibição de queimadas

Contexto Paulista

COLUNA - Contexto Paulista

Data 22/07/2020
Horário 10:04

O governo federal publicou o Decreto 10.424/2020, que determina a suspensão da permissão do emprego do fogo nos casos previstos desde 1998. A mudança vale para todo o território nacional por 120 dias. O novo decreto tem a intenção de reduzir os incêndios florestais no período de seca, já que é nesta época, quando a umidade está baixa e a vegetação seca acumula-se no solo, que as queimadas mais acontecem. A regra anterior permitia o emprego do fogo em práticas agropastoris e florestais por meio da chamada queima controlada.

Qualidade do ar é afetada

Além dos impactos no meio ambiente, as queimadas são prejudiciais à saúde humana, pelo fato de emitirem gás carbônico. Isso afeta a camada de ozônio e agrava o aquecimento global e diminui a qualidade do ar, podendo causar doenças respiratórias como bronquite, asma, rinite e alguns tipos de câncer. De acordo com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), quem vive próximo a regiões com ocorrência de queimadas tem 36% mais risco de internação por problemas respiratórios.

Prevenção na pandemia

No contexto da pandemia do novo coronavírus, é ainda mais importante o controle das queimadas, para que o sistema de saúde não fique sobrecarregado e as pessoas vulneráveis a doenças respiratórias e, em consequência, também ao vírus da Covid-19. Estudos comprovam o aumento no número de doentes durante esse período. "As medidas de prevenção são, portanto, mais indispensáveis do que nunca", manifestou-se a CNM (Confederação Nacional de Municípios).

 Ação municipal

Algumas das ações recomendadas pela CNM em relação à prevenção de queimadas:
•         Construção e manutenção de aceiros (faixa de terra livre de vegetação) em torno da mata, casa, cercas e postes, ao longo de estradas e rodovias;
•        Campanhas educativas com a população para conscientizar sobre os riscos das queimadas, assim como desincentivar a realização de queimadas para limpeza de lavouras ou renovação de pastagem; 
•         Orientar a população a não acender fogueiras na vegetação e próximo a áreas de áreas protegidas; não jogar pontas de cigarro no ambiente, em trilhas e na beira de estradas; não queimar lixo doméstico ou industrial próximo a áreas protegidas; não abandonar objetos de vidro nas proximidades de áreas produtivas e de proteção; não soltar balões;
•         Incentivar a população a denunciar quem faz queimadas.

 Proteção das florestas

O Dia de Proteção das Florestas foi lembrado, mais uma vez, a 17 de julho. Oportunidade para lembrar sobre a importância de controlar o uso do fogo e, dessa forma, proteger o meio ambiente. A data tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre a preservação das florestas, que são o nicho de habitação de inúmeras espécies de animais e plantas, além de assegurarem a qualidade de vida à humanidade.

Na Assembleia Legislativa

•         A recém-criada Comissão de Relações Internacionais elegeu como presidente o deputado estadual Heni Ozi Cukier (Novo). A comissão pretende estimular a integração com organismos internacionais e apoiar iniciativas que promovam intercâmbios com outros países, auxiliando na inserção do Estado no cenário internacional. 
•         Rodrigo Moraes (DEM) foi eleito presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que vai investigar irregularidades na contratação, fiscalização e prestação de serviços de transporte escolar no Estado de São Paulo. A Assembleia acumula grande número de denúncias de más condições dos serviços. 

Religião e saúde

Religiosa realizar a visita de forma presencial ou virtual. O novo coronavírus tem isolado pacientes de seus familiares causando um dano emocional a essas pessoas.

130 anos da Junta

Em 19 de julho de 1890, foi criada a Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo), responsável pelo registro de sociedades, empresas, cooperativas, tradutores públicos, intérpretes comerciais, leiloeiros e armazéns gerais. Os 130 anos de fundação do órgão foram comemorados de forma virtual.

Mogi: novos negócios em alta

O jornal O Diário de Mogi, da Rede APJ (Associação Paulista de Portais e Jornais) informa, com números, sobre duas tendências positivas na economia local: ampliação das inscrições de microeempreendedores individuais (os MEIs) e redução do cancelamento de empresas na cidade entre março a junho deste ano.

A força da Embraer

A Embraer entregou um total de 17 jatos no segundo trimestre de 2020, sendo quatro comerciais e 13 executivos (nove leves e quatro grandes). Em 30 de junho de 2020, a carteira de pedidos firmes a entregar totalizava USD 15,4 bilhões. A informação é do jornal O Vale, da Rede APJ.

Supermercados bombando

O Cruzeiro do Sul, da Rede APJ, destaca que no acumulado de janeiro a maio, os supermercados paulistas registraram alta de 12,3% em seu faturamento, na comparação com o mesmo intervalo de 2019. Em subidas consecutivas desde fevereiro, o setor registrou avanço de 7,35% nas vendas de maio, ante o mesmo mês do ano anterior. Os dados são da Apas (Associação Paulista de Supermercados).
 

Veja também