Com apoio, lutador embarca rumo ao Mundial

Ajuda que veio através do patrocínio de alguns empresários, que confiaram na capacidade do Gustavo", revela Marcio Mendes.

Esportes - Jean Ramalho

Data 10/04/2014
Horário 08:42
 

Com uma experiência de mais de cinco anos sobre os tatames, o lutador de Presidente Prudente, Gustavo Maia Mendes França, 15 anos, embarca nos próximos dias para o compromisso mais importante de sua carreira até então. Em nome da equipe Marcio Mendes Nova União/Academia Atletic, o competidor irá disputar entre os dias 15 e 19 deste mês, o Campeonato Mundial de Jiu-Jítsu de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos. Além dele, outro lutador da cidade, o jovem Renan Nabas Rodrigues de Oliveira, 17 anos, ainda busca patrocínio para conseguir participar do torneio no Oriente Médio.

Para assegurar uma vaga entre os lutadores da competição mundial, Gustavo Maia teve que encarar as disputas do Gramado Trail, realizado entre 14 e 16 de fevereiro, no Rio Grande do Sul. Na ocasião, o jovem lutador assegurou a medalha de ouro pela categoria juvenil, peso pena, faixa azul, e, consequentemente, colocou seu nome entre os concorrentes pelo título mundial.

Desde lá, o pai e professor do lutador, Marcio Mendes França, iniciou uma verdadeira maratona, não apenas para deixar seu filho em plenas condições de disputar a competição. Mas, principalmente, em busca de patrocinadores interessados em custear a viagem dele e do filho até Abu Dabi. "Seguimos um ritmo intenso de treinamento desde o torneio de Gramado, mas nossa maior preocupação era conseguir o apoio financeiro. Ajuda que veio através do patrocínio de alguns empresários, que confiaram na capacidade do Gustavo", revela Marcio Mendes.

Com aproximadamente R$ 1,5 mil em caixa, a dupla conseguiu angariar cerca de R$ 4,5 mil com patrocinadores para completar os R$ 6 mil necessários para as passagens. De acordo com o professor e pai, a quantia foi arrecadada por meio da Mauro César Martins Souza Advogados Associados, do Colégio Anglo Prudentino, do Grupo Oliveira, da Matsuda Agronegócio e da Unimed Prudente, além do empresário Guto Souza, proprietário da casa noturna Cine Bardot e do engenheiro Marcos Frois.

 

Foco e fé


Confiante que disputaria o campeonato de Abu Dabi, o pai do lutador conta que o atleta manteve a rotina intensa de treinamentos, que envolveu uma média diária de duas horas de lutas, além de outras duas horas de corrida e musculação. Com isso, Marcio Mendes considera seu filho preparado para a batalha. "Ele tem muitas chances de ir bem. É uma competição que mexe até mesmo com o psicológico do atleta, mas ele está preparado, pois se dedicou muito aos treinamentos ao longo desses dois meses", afirma o pai.

A dupla está com viagem marcada para a noite deste domingo. Porém, ainda segundo Marcio Mendes, um problema na confirmação da inscrição do atleta poderá deixá-lo de fora do torneio. Ainda assim, o professor se mostra confiante e diz que caso isso ocorra, o prudentino irá reverter seu foco para o Mundial de Long Beach, na Califórnia, que ocorre entre 28 e 31 de maio, nos Estados Unidos.

 

Cenário parecido


Assim como Gustavo Maia, o lutador Renan Nabas vem sofrendo com o mesmo drama da falta de patrocínio. Treinado pelo professor Silvio Pereira, da Academia Templo, o atleta também conquistou o ouro no Gramado Trail, pela juvenil, faixa azul, pesadíssimo.

Entretanto, a escassez de apoio deverá manter o prudentino distante dos Emirados Árabes Unidos. "Acho que ainda dá tempo de conseguir . Mas acho algo impossível, porém, nunca vou desistir, pois é um sonho que eu quero realizar e pretendo realizar. Se não for neste ano, no próximo eu estarei participando novamente", lamenta o jovem atleta.

 

 

SERVIÇO

COMO PATROCINAR

Para realizar seu sonho de competir pelo torneio mundial em Abu Dabi, Renan Nabas Rodrigues de Oliveira, 17 anos, conta que precisaria de cerca de R$ 6 mil, para despesas com passagem, hospedagem e alimentação. Os interessados em ajudar o atleta podem entrar em contato através dos telefones: 3906-4030 ou 99612-6238.

Veja também