Como evitar a sarcopenia na quarentena

A perda de massa muscular tende a avançar a partir dos 40 anos, porém o sedentarismo pode acelerar o processo, impactando diretamente na qualidade de vida do ser humano

Esportes - WEVERSON NASCIMENTO

Data 02/07/2020
Horário 05:50
Weverson Nascimento - Caique traz orientações de como evitar a sarcopenia na quarentena Foto: Weverson Nascimento - Caique traz orientações de como evitar a sarcopenia na quarentena

Há estudos que descrevem que o processo natural de perda de massa muscular, cientificamente conhecido como sarcopenia, tende a avançar a partir dos 40 anos. No entanto, o sedentarismo pode acelerar o processo, impactando diretamente na qualidade de vida do ser humano. Conforme o educador físico e especialista em treinamento desportivo, Caique Ventura, isso ocorre pela falta de utilização dos músculos ocasionando enfraquecimento e fadiga, caracterizado por cansaço excessivo, pouca energia e um forte desejo de dormir que interfere nas atividades diárias. As causas, por sua vez, são multifatoriais e ocorrem além dos reflexos de uma vida sedentária, também pela queda dos níveis de testosterona, estrogênio, deficiência de vitamina D e uma série de outros fatores.

 

Para combater a perda de massa magra durante a quarentena, período em que as pessoas têm se exercitado menos, ele recomenda a prática de treinos de força e aeróbicos, além de uma alimentação adequada e sono regular. “Os primeiros sinais da sarcopenia resultam na perda da circunferência de braços e pernas, acompanhados de flacidez – diminuição da força, aumento do tempo de locomoção, perda de equilíbrio, a diminuição da resposta aos movimentos, além de outros fatores”, explica Caique.

Segundo o educador físico, o melhor exercício para evitar a sarcopenia é a musculação, o treino de força. “Para que possamos manter a massa muscular é importante realizar o treino resistido que pode ser feito com o próprio peso corporal. Existe uma série de exercícios que podem ser praticados em casa, levando em consideração a execução correta de cada movimento”, destaca Caique.

 

Dicas para você se exercitar #emcasa

A primeira dica é o agachamento. A pessoa deverá ficar em pé, com as pernas afastadas e os pés posicionados para frente. Desta forma, o praticante deverá flexionar os joelhos como se fosse se sentar. A repetição pode ser feita em duas séries de dez, com pausas de 30 segundos.

A prancha frontal é outro movimento recomendado pelo educador. Vire-se de barriga para baixo e suspenda o corpo apoiando os cotovelos e a ponta dos pés no chão. Essa repetição pode ser feita em três séries com pausas de 30 segundo. Na mesma posição da prancha frontal, pode ser feito a flexão de braços, porém com as mãos apoiadas no chão. Então, flexione os braços e retorne à posição inicial, podendo utilizar os joelhos como apoio em caso de uma dificuldade maior em realizar o exercício. O movimento pode ser feito em duas séries de seis flexões e também com pausa de 30 segundos.

“Outros exercícios e movimentos também podem ser inseridos no treinamento, mas é importante que o condicionamento cardiorrespiratório esteja em dia, portanto atividades aeróbicas também são essenciais neste caso”, destaca o educador físico.

 

SAIBA MAIS

Atualmente, Caique promove um trabalho de orientação que é desenvolvido através das redes sociais. Para isso, basta acessar o perfil no Facebook “Apaixonado por Preparação Física” (@preparadorcaiqueventura) ou através do Instagram @prepfisico.caiqueventura. Em todas as plataformas o profissional ele dá dicas e orientações de como se manter em movimento, principalmente, no período da quarentena.

 

Fotos: Freepik

Agachamento é a primeira dica de exercício que o educador sugere

 

A prancha frontal é outro movimento recomendado para fazer em casa

Veja também