Publicidade

Como gerir equipes na pandemia?

Especialista dá dicas para que trabalho remoto ou no formato híbrido atinja resultados positivos para empresas e colaboradores

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 04/08/2020
Horário 14:48
Pixabay - Ambiente de trabalho deve estar adequado para desenvolvimento das atividades Foto: Pixabay - Ambiente de trabalho deve estar adequado para desenvolvimento das atividades

Com a prática do trabalho remoto, vivenciada forçadamente pela pandemia da Covid-19, todos os profissionais têm passado por um momento de mudança e adaptação. A adoção do home office e de novos modelos de trabalho por diversas empresas e organizações, seguindo as recomendações de isolamento e distanciamento social, por exemplo, fez com que muitos gestores precisassem se reinventar para administrar suas equipes neste período, afinal, todos passaram a lidar com a rotina profissional em casa, o que inclui a adaptação ao dia a dia da família e aos afazeres do lar.  

Nattacia Ruani, docente da área de gestão e negócios do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) de Presidente Prudente, preparou algumas dicas importantes para que haja produtividade sem deixar de lado a empatia.

Segundo a especialista, para que o trabalho home office ou no formato híbrido – tendência que parte do mercado deve adotar na retomada das atividades – atinja resultados positivos, é essencial que:

  • O funcionário siga sua carga horária de trabalho definida, afinal, estar em casa não significa estar disponível 24 horas;
  • O ambiente de trabalho esteja adequado e ergonômico para o desenvolvimento das atividades, com boa iluminação, climatização, além de acesso a internet de qualidade e equipamentos que sejam compatíveis com a função desenvolvida;
  • Adote-se uma postura mais formal, mesmo em casa, como por exemplo com o uso de roupas adequadas à rotina/função.

Além disso, estar trabalhando em casa tem proporcionado práticas que antes não eram aplicáveis para os colaboradores: proximidade com a família, redução do estresse decorrente do trânsito, possibilidade de ter uma alimentação saudável, autogerenciamento profissional e, dependendo do segmento, flexibilidade no horário de trabalho.

Para continuar obtendo resultados e bom desempenho, Nattacia complementa com mais duas dicas fundamentais:

  • As empresas adotem uma liderança flexível e que se adapte a esse novo formato de trabalho, pois estamos diante de um cenário de incertezas;
  • A empatia prevaleça com a equipe, pois, ainda que haja benefícios no trabalho home office, questões relacionadas à saúde mental e bem-estar, como a sensação de angústia pelo isolamento ou a ansiedade, são dificuldades vivenciadas nesse período.

Veja também