Cultura enaltece movimento #SejaGentil

Hino do projeto é de amigos, com letra do epitaciano Bill Duque e do renomado professor e maestro prudentino, Luizão, da Camerata Escola de Música e Dança

VARIEDADES - OSLAINE SILVA

Data 17/07/2020
Horário 08:04
Divulgação - Epitaciano Bill Duque, que atualmente mora em Santos, é quem assina a letra da música Foto: Divulgação - Epitaciano Bill Duque, que atualmente mora em Santos, é quem assina a letra da música

Luiz Antonio Peres Filho, o maestro Luizão, da Camerata Escola de Música e Dança, que é o arranjador do hino do movimento que tem letra do compositor Bill Duque, fez a abertura do lançamento da nova fase do #SejaGentil, anteontem, tocando lindamente de forma remota. “Um profissional e amigo maravilhoso, ele é um grande colaborador, e foi de uma solicitude incrível conosco”, diz Paulina Paulino, uma das embaixadoras do movimento.
Modesto e de uma simplicidade ímpar, o maestro - que tem uma história espetacular, tanto pessoal quanto profissional na música, tal é seu comprometimento com a arte - exalta que é mais do que propício falar de Seja Gentil neste momento em que tantas coisas estão acontecendo. “Principalmente no meio da arte, como a comissão que está sendo formada para trabalhar uma verba que está sendo direcionada para o interior. A atuação do Comuc [Conselho Municipal de Cultura], a Lei Aldir Blanc... Digamos que falar de gentileza seja ideal neste instante. E é muito bom o jornal trazer coisas positivas, frases bonitas nesse momento tão triste. E vocês [jornalistas] são essas pessoas capazes de mudar a realidade”, comenta o maestro.

Ser gentil é praticar vários comportamentos

Embora seja um epitaciano nato, Bill Duque - que atualmente mora em Santos - destaca que o interessante desse hino é que ele foi composto em 2016 quando ele já não morava mais no oeste paulista, nem na Baixada Santista, mas no Araguaia. Paulina ligou para ele e disse: “Meu bem, você tem alma. Consegue escrever alguma coisa”? Ela explicou o projeto, ele aceitou e disse que envolveria o seu grande amigo maestro Luizão, que fez todo o arranjo. 
Para Bill, o ser gentil é uma forma de se praticar vários comportamentos sem estar inserido no contexto somente do vocábulo da gentileza. E explica com aquela coisa da música que Marisa Monte fez para o profeta gentileza, aquele andarilho do Rio de Janeiro que pichava: gentileza, gentileza, gentileza nas ruas.
“Porque ele acreditava que as pessoas no trânsito, nas calçadas, os policiais, políticos, o balconista, o gari, enfim, o cidadão comum pode ser gentil de alguma forma, e que isso melhoraria o convívio social como um todo. É mais ou menos isso a composição. Ela me deu a ideia do projeto e eu imbuído da questão da gentileza ser mais pulverizada para todos os setores da vida da gente, escrevi essa música do #SejaGentil”, lembra ele.

Amizade pautada pelo lado social

Bill Duque diz que conhece Paulina Paulino há muitos anos e o que sempre esteve em voga nessa proximidade dos dois foi a questão do envolvimento de poder fazer alguma coisa voltada para o social. Estar de alguma forma tocando as pessoas para que percebam que em volta delas existe uma série de situações que carecem de uma melhor atenção não só do poder público, mas de cada um. Se envolver de alguma forma com as problemáticas do social brasileiro. 
“É muito interessante trabalhar com a Paulina porque todo projeto dela traz embutidas várias vertentes e convida pessoas de vários segmentos a perceberem outras situações de problemas sociais. Vejo esse projeto como algo muito interessante. Porque a gentileza é uma coisa que até a estrutura do vocábulo está um pouco confusa na cabeça das pessoas”, destaca o compositor. 

box

HINO DO MOVIMENTO
Letra: Bill Duque 
Arranjo: maestro Luizão 

Seja mais, faça mais
Seja vida, faça o mundo em paz
Seja o bem, vá mais além
Você sabe o que o seu coração tem
Ouvir mais, sentir mais
O passo à frente pode estar em dois para trás

Quem me viu, quem te viu
Vai querer fazer o bem que assistiu
Vai querer ser gentil

Seja gentil agora
Seja gentil toda hora
Seja gentil de dentro pra fora
Seja gentil mundo afora

Foto: Cedida

Maestro Luizão, responsável pelo arranjo do hino: “Falar de gentileza é ideal neste momento”

 

Veja também