Depoimentos ressaltam humanismo e competência de Adelmo Vanalli

Desde domingo, quando foram publicadas as primeiras notícias sobre o passamento do ex-diretor de redação de O Imparcial, os canais digitais do jornal receberam centenas de mensagens em homenagem a Adelmo dos Santos Reis Vanalli.

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 06/12/2021
Horário 14:21

“Um ser humano admirável, que tive o privilégio de conhecer”
ALFREDO VASQUES

“Grande jornalista com textos sublimes. Deixa sua marca para a eternidade”
TADEU CORREA

“Estamos muito tristes por não podermos mais conviver com ele, mas nossas histórias ficarão eternizadas! Um homem tão bom como ele, merecia descansar”
MARI GALINDO VANALLI

“Nossos profundos sentimentos à toda família de “O Imparcial”, em luto! O Sr. Adelmo, com sua personalidade e textos indeléveis sempre estarão presentes, ao lermos diariamente “nosso” jornal! Vá com Deus Sr. Adelmo, e que Ele conceda o conforto aos seus familiares!”
OSWALDO SANTOS CARVALHO

“Um pedaço da história de Presidente Prudente fecha suas páginas hoje, sua simplicidade e discrição somados a qualidade jornalística era seu cartão de apresentação!!”
ANTONIO DA CUNHA BRAGA

“Homem honrado, íntegro, deixou um legado rico na história de nossa cidade. Ele está na gloria de Deus.  Nossos sentimentos à família e aos amigos”
IRACEMA CAOBIANCO

“Tive o privilégio de, por 8 anos, fazer parte da família de O Imparcial. Uma lição de vida, de profissionalismo, de parcerias...um tempo importantíssimo para minha formação pessoal e profissional. O Sr. Adelmo foi um professor, um raro jornalista que primava por um bom texto, boas reportagens, com imparcialidade dos fatos e na cobertura. Que Deus o receba de braços abertos e possa confortar familiares e amigos”
ROSE RUBINI

“Convivi com seo Adelmo todos os dias na redação do O Imparcial. Uma grande perda para o jornalismo local. Contribuiu e muito para a informação de credibilidade e na geração de emprego no setor, enquanto sócio do O Imparcial”
EMERSON SANCHEZ

“Conheço Adelmo Vanalli desde 1978 quando ele abriu espaço para o meu irmão Daniel Macedo trabalhar na redação do jornal O Imparcial. Uma raridade do nosso jornalismo. Eu costumava dizer que a nova geração de profissionais da comunicação fosse superar a "velha guarda". E isso não se concretizou. Adelmo Vanalli foi uma prova desse meu engano. Sentimentos a professora Dinorah e aos filhos Marco Túlio e Marcela. Desconheço outros. O jornalismo prudentino pausa para luto. E, ele foi padrinho de casamento do Daniel”
JOSUÉ MACEDO

“O céu recebe uma grande alma”
JOSÉ FRANCISCO ADVOGADO

“Nosso amigo nunca morrerá. Seu legado é o seu olhar sereno e sua respeitabilidade. Nossos sentimentos de profundo pesar”
SOCORRO NOGUEIRA

“Sou muito grata ao senhor Adelmo por todo o ensinamento que eu adquiri, através dele, na redação do jornal O Imparcial. Um exemplo para o jornalismo”
ALINE MARTINS

“O Sr Adelmo era além de um grande parceiro, um amigo cozinheiro que unia e reunia os nossos amigos. Que Deus o receba em seus braços e reserve a ele um lugar muito especial”
RAUL AUDI

“Grande Jornalista e amigo”
MARIA AUGUSTA DO VALLE

“O céu ganha uma estrela de primeira grandeza, como jornalista que o seu Adelmo sempre foi. Honra e por ter compartilhado um pouco da minha caminhada com esse primoroso ser humano”
JOSÉ LUIZ ZANA

“Que perda triste! Só quem teve o privilégio de conviver com ele, conheceu sua simplicidade, sabedoria e dedicação ao Jornal! Sempre muito educado com seus colegas e colaboradores. Que Deus conforte sua família...vá em paz!”
ED NEIASS

“Feliz aquele que teve a oportunidade de conhecer e conviver com o Sr. Adelmo”
JULIANO GAZZONI

“Muito triste. Sempre foi muito educado e carinhoso comigo. Devo muita gratidão ao seu Adelmo e ao Deodato, em especial pela receptividade de braços abertos, para comigo e para meu irmão, quando meu pai faleceu. Nunca me esquecerei”
CRIS CAMPOS

“Particularmente sou muito grato ao sr. Adelmo, pois sempre teve um carinho especial com meu pai, devido ao Festival de Pipas ‘Raul Albieri’, um ser idôneo, responsável e íntegro, sou eternamente agradecido”
JOÃO CARLOS ALBIERI

“Muito triste constatar que a nossa história e memória se esvai, aos poucos.”
HELIANA LACERDA DAL FABRO

“Prudentino apaixonado por Presidente Epitácio, devemos a esse grande jornalista o impulso ao título de Estância Turística”
LEONICIA BATISTA ROCHA

“Adelmo era uma pessoa maravilhoso e um coração de ouro pois tive o privilégio de conhecer, pois, Geraldo de franca trabalhou muito tempo no Imparcial”
CICERA ALVES

“Fui sua funcionária por 47 anos. Não era um patrão, um amigo que serei eternamente grata pelos ensinamentos"
VANIA FERREIRA

“Também tive o privilégio de trabalhar com ele por quase 10 anos. Aprendemos muito com este profissional”
IVETE ABBADE

“Acredito que posso falar com propriedade sobre o senhor Adelmo, afinal, desde quando entrei no jornal O Imparcial, em 1983, menino, ele sempre foi aquela pessoa que me tratou muito bem e nem parecia que era meu patrão. Quantas vezes ia na sala dele conversar algo geral pra ver a opinião dele. Sabia muito...e pra mim, que presenciei todas as fases do jornal até aqui e vendo tudo que fizeram pela empresa e por nós funcionários, considero que a missão dele e dos demais já foi cumprida. Já pedi para Deus o receber de braços abertos e confortar os familiares”
NILSON SANTOS

 

 

 

Veja também