Publicidade

Detran lança cartilha de serviços digitais disponíveis aos cidadãos

Material do órgão estadual pode ser acessado pela internet e orienta a fazer os procedimentos sem sair de casa

Geral - DA REDAÇÃO

Data 08/08/2020
Horário 10:54
Governo de SP -Aplicativo já está em funcionamento Foto: Governo de SP -Aplicativo já está em funcionamento

O Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito) lançou ontem uma cartilha com orientações aos cidadãos sobre os serviços on-line mais procurados pelos canais digitais: o portal e aplicativo – Detran.SP. Os cidadãos podem ter acesso ao material pela internet.

O presidente do Detran-SP, Ernesto Mascellani Neto, explica o objetivo da divulgação. “A cartilha é mais uma ferramenta que o Detran disponibiliza, de forma clara e direta, para esclarecer as principais dúvidas dos serviços digitais", afirma.

"Para atender aos anseios de uma sociedade cada vez mais conectada, não mediremos esforços para oferecer soluções inovadoras, que tragam comodidade e autonomia aos usuários”.

Nos últimos meses, o órgão ampliou em 48% os serviços digitais. Entre as 64 opções ofertadas, estão, por exemplo, a renovação simplificada e segunda via da CNH, licenciamento, transferência, registro e liberação de veículos, consulta de multas e de pontuação na CNH, indicação de condutor, pesquisas de peças usadas, CFCs (Centros de Formação de Condutores) e de EVC (Empresa Credenciada de Vistoria), entre outros.

Para tirar dúvidas e obter mais informações sobre casos que não estejam enquadrados nos serviços online já disponíveis, o Departamento mantém o canal de atendimento “Fale com o Detran”, também por meio do portal ou aplicativo.

Intuitivo e totalmente gratuito, o app pode ser baixado nas plataformas Android e iOS e permite ao cidadão realizar os serviços com toda segurança, de forma cômoda e rápida pelo celular.

Cada vez mais digital, o Detran-SP, em parceria com a Prodesp (empresa de Tecnologia do Governo de São Paulo), investe em tecnologia para entrar definitivamente na rotina das pessoas, 24 horas por dia, sete dias na semana, na palma da mão de mais de 50 milhões de paulistas.

Veja também