Dinal e Dorival fazem o primeiro show após 14 anos

Sinomar

Dinal e Dorival no palco do Tio Vavá

COLUNA - Sinomar

Data 06/10/2021
Horário 04:45

Um público restrito, mas formado por admiradores fiéis, compareceu sábado ao Tio Vavá para assistir ao primeiro show de Dinal e Dorival, retomando a carreira após 14 anos. A dupla cantou antigos sucessos e apresentou novas músicas de sua autoria, que fazem parte do seu novo álbum, lançado há 30 dias nas plataformas digitais. Durante o show, Dinal e Dorival renderam homenagens a um velho amigo, Matheus, da dupla Lucas & Matheus, falecido vítima da Covid-19, no início deste ano. Cantaram “Paciência”, um dos sucessos de autoria de Matheus, e desejaram sucesso à nova formação da dupla Lucas & Matheus, agora com Matheus Junior, filho do saudoso artista.


A dupla, com seus apoiadores, Murilo Cassis, da cervejaria 018, e Alexandre Boulhosa, da Thor Temperos


Alex Paley e Tininha (centro) recepcionam Dinal e Dorival e as esposas, no Tio Vavá

Bom dia
"Não devemos servir de exemplo a ninguém. Mas podemos servir de lição". Mário de Andrade

Apagão
A queda de plataformas como WhatsApp, Instagram e Facebook provocou transtornos na tarde de segunda-feira, em Presidente Prudente, sobretudo para quem depende desses aplicativos para trabalhar. No Twitter - rede social que continuou funcionando normalmente -, usuários chegaram a comparar a situação ao "apocalipse" após quatro horas sem nenhum sinal de retorno das plataformas. A falha foi registrada em todo o mundo.

Reféns das redes
O “apagão” das plataformas, em especial do WhatsApp, causou transtornos na dinâmica de trabalho de muita gente em Presidente Prudente. Um empresário do setor de entregas (delivery) disse que precisou reorganizar a forma de interação entre sua equipe interna e os motoboys espalhados pela cidade. "Tivemos dificuldade de falar com 80% dos motoboys", disse. "O 'zap' mostrou que somos reféns dele e das redes sociais. Foi só parar que infelizmente vimos como perdemos", completou. 

Telegram
Além do Twitter, usuários migraram para o Telegram, não só para navegar, mas também para trabalhar. A plataforma, que costuma ser preterida pelos usuários de WhatsApp, passou a ser útil para quem realiza suas vendas.

Alternativas
Especialistas em segurança de redes recomendam que empresas que fazem negócios com base em redes sociais e aplicações de mensagens tenham sempre um "Plano B", no caso destas redes falharem. Por exemplo, ter um sistema de mensagens de outra companhia, ou um sistema de cadastro de clientes que permita ligar por telefone convencional para os clientes.
 

Veja também