Publicidade

EM EXPOSIÇÃO

REGIÃO - HOMERO FERREIRA

Data 28/06/2020
Horário 04:01

Sobre o adiamento das eleições municipais deste ano, de outubro para os dias 15 e 29 de novembro, o Plantão segue repercutindo em Prudente a decisão do Senado que ainda depende de aprovação da Câmara dos Deputados.

BALA NA AGULHA
O provável candidato a prefeito Marcos Lucas (Avante) acredita ser uma boa medida, embora ainda não plenamente definida. Entende que, com o adiamento, haverá mais tempo para que o eleitor conheça as propostas de quem tiver algo a propor.

APURAR LISURA
Outro entendimento de Marcos Lucas é de que as reuniões presenciais, impossibilitadas neste momento, são onde realmente é possível apurar a transparência e lisura dos candidatos. Sua fala está nas perspectivas do fim do isolamento social.

SEM PRORROGAÇÃO
Para o presidente da executiva do Patriota, Fernando Luizari, adiar as eleições é uma medida boa para proteção da saúde pública. Vê a decisão do Senado como indicativo de que as eleições acontecerão. Portanto, não haverá prorrogação de mandato.

COM TRANQUALIDADE
O presidente do Podemos e provável candidato a prefeito Juliano Borges vê com tranquilidade o adiamento, já que a executiva municipal já vinha trabalhando com a possibilidade desse novo cenário.

NÃO EXISTE CLIMA
Borges considera que será bom para o eleitor, visto que não há clima para campanha agora. Ao mesmo tempo, amplia o período de pré-campanha que acaba sendo favorável aos pré-candidatos quanto aos diálogos com os cidadãos.

MEDIDA NECESSÁRIA
O presidente a executiva municipal do MDB e pré-candidato a prefeito Fábio Sato analisa o adiamento como necessário, diante da persistência da pandemia do coronavírus, causador da Covid-19.

IDEIA QUE AGRADA
Sato diz ao Plantão gostar da ideia que está sendo ventilada de estender o horário de votação até às 20h, estabelecendo o acesso às seções de votação de acordo com faixas etárias, para evitar aglomeração.

SALTO DE 300%
Em conversa com o secretário municipal de desenvolvimento econômico Carlos Casagrande, o Plantão apurou que nas duas semanas de flexibilização do comércio as ofertas de vagas no Balcão de Empregos cresceram 300%, saltando de 32 para 128. 

CAMPANHA DIGITAL
O TRE-SP (Tribunal Regional de Justiça de São Paulo) anuncia a campanha digital “Eu na Prefeitura, Eu na Câmara” para incentivar os jovens a participarem das discussões políticas nas cidades onde moram.

PRODUÇÃO DE VÍDEO
Voltada para a faixa etária de 16 a 25 anos, a campanha estimula a gravação de vídeo com imagem na horizontal e com no máximo 30 segundos de duração. A produção dever ser voltada para ideias e propostas.

DUAS PERGUNTAS
O jovem que se interessar na campanha deve responder: O que não funciona na sua cidade? E o que você faria se fosse eleito vereador(a) ou prefeito(a) para mudar isso? Envio do vídeo para tse.jus.br/eu-na-prefeitura-eu-na-camara, até 3 de julho.

 

Veja também