Empreendedorismo cresce em meio à pandemia, mas é preciso se qualificar

Diante dessa necessidade, Senac de Prudente oferece cursos técnicos e livres que auxiliam na estruturação e longevidade dos negócios

REGIÃO - DA REDAÇÃO

Data 10/02/2021
Horário 15:05
Foto: Cedida
Empreendedores devem investir no preparo para a gestão do negócio
Empreendedores devem investir no preparo para a gestão do negócio

Durante o último ano, com a pandemia causada pelo coronavírus e o aumento no desemprego, o empreendedorismo foi a saída para muitas pessoas garantirem alguma renda. Trata-se do que é chamado de empreendedorismo por necessidade, quando as pessoas investem em um negócio porque a necessidade, como o próprio nome diz, as leva a isso.

Segundo dados da Receita Federal, apenas em 2020 foram registrados 2,6 milhões de novos MEIs (Microempreendedores Individuais), o maior montante dos últimos cinco anos. Com isso, o país chegou a 11,3 milhões de MEIs ativos, 20% a mais do que no fim de 2019, quando eram 9,4 milhões de registros.

No entanto, levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostra que 21% das novas empresas fecham após o primeiro ano e 60% encerram suas atividades com menos de cinco anos de vida. Para especialistas, um dos motivos que leva a esse cenário é a falta de preparo para a gestão do negócio.

“A capacitação para o empreendedor é importante porque ele precisa tomar decisões para gerir seu negócio que vão além de seus conhecimentos básicos. Analisar o mercado, identificar público-alvo, avaliar concorrência e fornecedores, definir layout e estoque necessário, capacidade de atendimento, caixa necessário para que o negócio sobreviva, investimento inicial, formação de preço adequada e ponto de equilíbrio financeiro, são apenas alguns exemplos de situações corriqueiras na vida de quem empreende e quer ver seu negócio se desenvolver”, explica Nattácia Rocha Duarte Ruani, docente na área de gestão e negócios do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) de Presidente Prudente.

Ou seja, não basta ter uma boa ideia e abrir um negócio. Para iniciar ou manter uma carreira empreendedora, é preciso procurar qualificações que auxiliem nos processos, garantindo uma estruturação adequada e longevidade.

Formações técnicas

Apoiar quem deseja empreender é uma das características do Senac de Prudente, por isso, a instituição oferece formações técnicas em diferentes áreas que vão garantir o preparo desse novo empreendedor. Entre as opções, estão cursos como Técnico em Massoterapia, Técnico em Estética, Técnico em Informática, Técnico em Design de Interiores, Técnico em Administração e Técnico em Administração.

De acordo com Nattácia, esses cursos preparam os alunos ajudando a desenvolver o comportamento empreendedor.

Além das formações técnicas, a unidade oferece ainda opções rápidas em cursos livres que ajudam quem está empreendendo ou quer começar. Organizador de Eventos; Prospecção de Clientes: identifique seus clientes potenciais; Comunicação Efetiva em Vendas: aumentando os resultados; Introdução ao Paisagismo e Empreendedor em Pequenos Negócios, entre outros, são alternativas para quem busca uma formação mais curta.

“O Senac de Presidente Prudente, em seus cursos, trabalha a formação empreendedora e, assim, prepara seus alunos para o comportamento empreendedor em qualquer ambiente de atuação, seja para o profissional que deseja ter seu próprio negócio ou ser um intraempreendedor”, afirma a docente.

Para conhecer mais e saber sobre as inscrições para os cursos técnicos e livres, basta acessar o Portal Senac (sp.senac.br/senac-presidente-prudente).

Veja também