Entregas de declarações do imposto de renda chegam a 62,74% na região

As 53 cidades da 10ª RA possuem previsão de entrega de 146.594 declarações, mas até o dia 10 de maio 91.982 haviam sido enviadas

REGIÃO - GABRIEL BUOSI

Data 12/05/2021
Horário 04:02
Foto: Agência Brasil
Região já recebeu 62,74% do total de declarações previstas
Região já recebeu 62,74% do total de declarações previstas

A Receita Federal possui uma previsão de entrega de 146.594 declarações do imposto de renda de contribuintes da região de Presidente Prudente, com base nos dados recebidos no ano passado, de forma que, até o dia 10 de maio, 91.982 (62,74%) delas haviam sido transmitidas ao Leão. Vale lembrar que o prazo para que isso ocorra vai até o dia 31 de maio e que inicialmente não haverá prorrogação, já que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vetou integralmente o Projeto de Lei 639/2021, aprovado pela Câmara dos Deputados, que estendia o prazo para entrega de 31 de maio para 31 de julho. 
De acordo com a “Agência Brasil”, o veto surgiu a partir de uma recomendação da equipe econômica para que o prazo não fosse estendido, mas ele poderá ser derrubado pelo Congresso Nacional. “A prorrogação contrariava o interesse público, porque seria o terceiro adiamento consecutivo da entrega este ano”. Além disso, uma nova postergação, de acordo com a equipe econômica, poderia afetar o fluxo de caixa do governo, prejudicando a arrecadação da União, dos Estados e dos municípios, já que impactaria no repasse dos recursos destinados ao FPE (Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal) e no FPM (Fundo de Participação dos Municípios), segundo a agência de notícias.

Cumprimento da obrigação

Para a contadora e docente na área de gestão e negócios do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), Marianna Dourado, a questão de se atentar ao prazo está ligada ao cumprimento da obrigação, já que caso não se cumpra dentro do período estipulado, o contribuinte poderá pagar uma multa no valor mínimo de R$ 165,74. “No caso desse contribuinte ter um imposto devido, essa multa pode chegar a 20% sobre o montante a ser pago, o que é considerável, mas não para por aí”. 
Isso porque, as penalidades incluem ainda uma situação de irregularidade junto ao CPF (Cadastro de Pessoa Física) do contribuinte, o que pode impedir que ele adquira, por exemplo, empréstimos e financiamentos, além de estar sujeito, se for o caso, a ser enquadrado no crime de sonegação fiscal. “Para as pessoas que já estão acostumadas a fazer isso anualmente esse processo já se torna algo comum, mas, ainda assim, são muitos que deixam para realizar de última hora”, aponta a contadora. 
Por fim, Marianna destaca que as pessoas que tiveram renda tributável de pelo menos R$ 22.847,76 e receberam o auxílio emergencial no ano passado deverão, obrigatoriamente e caso ainda não tenham feito, devolver essa quantia. “Isso é uma novidade e que exige muita atenção. Vale destacar que esse ressarcimento será das cotas iniciais, e não daquelas de extensão, e que o valor será pago integralmente no dia 31 de maio, sem a condição de parcelamento”. 

Entrega do Imposto de Renda na 10ª RA (Região Administrativa)

MUNICÍPIO

Previsão de entrega

Declarações entregues até 10/05

ADAMANTINA                                                                                                   

7.328

4.453

ALFREDO MARCONDES              

586

414

ÁLVARES MACHADO                  

3.418

2.301

ANHUMAS                                              

461

281

CAIABU                          

601

396

CAIUÁ                            

396

294

DRACENA                      

8.705

5.146

EMILIANÓPOLIS             

319

191

ESTRELA DO NORTE     

1.439

874

EUCLIDES DA CUNHA    

683

566

FLORA RICA              

188

83

FLÓRIDA PAULISTA                                                    

1.381

1.045

IEPÊ                         

1.205

849

INDIANA                      

903

439

INÚBIA PAULISTA       

578

322

IRAPURU                  

849

580

JUNQUEIRÓPOLIS       

3.331

2.297

LUCÉLIA                 

3.068

1.736

MARABÁ PAULISTA    

367

268

MARIÁPOLIS             

484

333

MARTINÓPOLIS   

3.625

2.570

MIRANTE DO PARANAPANEMA  

1.805

1.186

MONTE CASTELO    

537

400

NANTES

344

251

NARANDIBA             

701

545

NOVA GUATAPORANGA

272

230

OSVALDO CRUZ

5.273

3.347

OURO VERDE          

610

418

PACAEMBU            

1.819

1.323

PANORAMA                

1.525

1.048

PAULICEIA            

659

537

PIQUEROBI             

440

296

PIRAPOZINHO     

3.944

2.466

PRACINHA                 

114

71

PRESIDENTE BERNARDES 

2.194

1.531

PRESIDENTE EPITÁCIO     

5.221

3.502

PRESIDENTE PRUDENTE  

50.196

28.651

PRESIDENTE VENCESLAU 

7.446

5.289

RANCHARIA                 

4.404

2.899

REGENTE FEIJÓ

2.839

1.959

RIBEIRÃO DOS ÍNDIOS  

241

124

ROSANA                  

2.578

1.804

SAGRES                  

212

146

SALMOURÃO           

399

290

SANDOVALINA       

480

327

SANTA MERCEDES  

308

246

SANTO ANASTÁCIO

3.489

2.312

SANTO EXPEDITO   

333

209

SÃO JOÃO DO PAU D'ALHO  

393

335

TACIBA                   

840

465

TARABAI              

690

456

TEODORO SAMPAIO

3.501

2.124

TUPI PAULISTA     

2.872

1.757

TOTAL

146.594

91.982

Fonte: Receita Federal

Veja também