Escola Municipal de Artes leva concertos para teatro municipal

O concerto volta na programação. Desta vez é com os grupos de Práticas Instrumentais: MPB, Jazz e Choro e Coral da Escola Municipal de Artes, no domingo, às 20h.

VARIEDADES - Aline Martins

Data 11/06/2014
Horário 08:59
 

Seguem as apresentações gratuitas em comemoração à inauguração do Teatro Municipal Paulo Roberto Lisboa, no Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente. Hoje, às 20h, tem Concerto de Música de Câmara: apresentação dos professores Marlon Camatari (trompete) e Luis Carlos Bianco (piano) e lançamento da Orquestra de Câmara da Escola Municipal de Artes Jupyra Cunha Marcondes, com obras de Vivaldi, Haendel, Albinone, Alberto Nepomuceno e Guerra Peixe.

No sábado, no mesmo horário, ocorre apresentação do Taiko Dantai. O grupo tem como principal objetivo fazer com que a vibração dos tambores chegue até o coração do público e que suas batidas fluam com a energia dos tocadores.

O concerto volta na programação. Desta vez é com os grupos de Práticas Instrumentais: MPB, Jazz e Choro e Coral da Escola Municipal de Artes, no domingo, às 20h.

O grupo de MPB/Jazz da Escola Municipal de Artes Jupyra Cunha Marcondes iniciou juntamente com o Curso Técnico em Música Popular em 2013. A proposta dos professores é discutir e estudar a Música Popular Brasileira e o jazz, harmonia e improvisação. Já o grupo de choro é uma disciplina da Escola Municipal de Artes e tem como finalidade o estímulo da prática da música instrumental brasileira entre os alunos e docentes da instituição. Formado por jovens e adultos com idades superiores a 14 anos, é o grupo vocal representativo da escola e atua nas audições, concertos e apresentações.

Todas as atrações são gratuitas e seguem até dia 31 de julho. O teatro foi inaugurado oficialmente no dia 5 de junho.

Os convites para ambos os concertos podem ser retirados com os professores da Escola Municipal de Artes (no Centro Cultural Matarazzo), no horário comercial. Ou então, cerca de duas horas antes do evento.

O projeto de modernização do teatro conta com investimentos de R$ 2,2 milhões, dos quais R$ 1.845.536,08 são provenientes de recursos estaduais, e R$ 369.107,21 de contrapartida municipal.

Veja também