Estado libera recursos para 7 cidades turísticas da região

Juntos, Adamantina, Martinópolis, Panorama, Paulicéia, Rancharia, Rosana e Santo Expedito receberão R$ 2,5 mi para obras e melhorias de infraestrutura

REGIÃO - WEVERSON NASCIMENTO

Data 20/06/2021
Horário 03:36
Foto: Cedida/ Prefeitura de Martinópolis
Em Martinópolis, verba contribuirá com o desenvolvimento turístico da cidade, gerando uma série de melhorias
Em Martinópolis, verba contribuirá com o desenvolvimento turístico da cidade, gerando uma série de melhorias

O governador João Doria (PSDB) autorizou, no fim de maio, a assinatura de convênios com 140 MITs (Municípios de Interesse Turístico) no valor de R$ 50,4 milhões. Os recursos serão utilizados para obras e melhorias de infraestrutura das cidades. Com sete MITs, a região de Presidente Prudente receberá R$ 2,5 milhões. As cidades contempladas são Adamantina, Martinópolis, Panorama, Paulicéia, Rancharia, Rosana e Santo Expedito.
Com a autorização, a Secretaria de Turismo e Viagens, por meio do Dadetur (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos), formalizará os convênios e dará início ao processo de liberação dos recursos. “Estamos iniciando esse processo numa retomada muito importante dos valores do turismo, confiantes que, gradualmente, poderemos retomar as atividades econômicas de forma segura, respeitando os protocolos, a vida e a saúde. É fundamental termos sempre o sentimento de que sem pessoas, não há economia”, afirmou o governador.

Recursos repassados

O prefeito de Rosana, Silvio Gabriel (PSD), e a secretária de Administração, Elisa Carla Bosquê, participaram do encontro voltado para discussões sobre ações de retomada das atividades econômicas dos MITs. De acordo com o chefe do Executivo, os valores destinados ao município serão voltados para a construção da nova área de camping, com intuito de organizar e melhorar a infraestrutura voltada para os turistas. 
Em nota, a Prefeitura de Adamantina detalha que o recurso repassado ao município veio em um momento oportuno, pois por meio dele, a administração continuará executando melhorias no Parque dos Pioneiros, que é o cartão-postal da cidade, e que vem recebendo investimentos. “O recebimento do recurso é de extrema importância, pois propiciará que o município invista em ações que resultem em emprego e renda para população por meio do fomento ao turismo”, detalha.
A Prefeitura de Martinópolis, por meio do Departamento de Turismo, destacou que os recursos serão de grande importância para contribuir com o desenvolvimento turístico do município. A estimativa, segundo Executivo, é de que a municipalidade receba cerca de R$ 360 mil para investimentos no setor. A administração destaca que todos os esforços do governo atual são capazes de influenciar diretamente na qualidade de vida da comunidade local, e que alcançar recursos externos também podem gerar melhorias significativas em serviços, equipamentos, infraestruturas e no atendimento ao público e turistas em geral.
A reportagem entrou em contato através de telefonemas e e-mails junto às outras administrações, contudo, não obteve um posicionamento até o fechamento desta edição.

Criação dos MITs

A criação dos MITs tem como objetivo ampliar e qualificar a oferta turística do Estado de São Paulo. Com exceção das 70 estâncias – com um regime próprio e consolidado por décadas – todos os demais 575 municípios paulistas estão aptos a se tornarem MITs, respeitado o limite de 140 vagas, explica o governo. Para tanto, devem preencher alguns critérios como potencial turístico, ter um Conselho Municipal de Turismo, serviço médico emergencial, infraestrutura básica, plano diretor de turismo e atrativos turísticos.  
No ano passado, para que as 210 cidades turísticas do Estado – 70 estâncias e 140 MITs – estivessem bem preparadas para a retomada das viagens no pós-pandemia, foram repassados R$ 223,3 milhões, com foco na continuação das obras em andamento. O mesmo princípio vem sendo adotado em 2021, quando devem ser concluídas mais de 100 melhorias. 


 

Veja também