EUA estão à beira da guerra civil?

Sandro Villar

O Espadachim, um cronista a favor do leite e do deleite

CRÔNICA - Sandro Villar

Data 11/11/2020
Horário 05:31

Será que os EUA estão à beira de uma guerra civil? Sei que trata-se de um assunto "pesado", mas jornalistas americanos, considerados progressistas, já comentam abertamente a possibilidade de um conflito, como já ocorreu uma vez, com mais de 600 mil mortos.
Todo mundo sabe que a situação por lá está de fazer a égua não reconhecer o potro. Supremacistas brancos, fortemente armados, sabotam a democracia. Aliás, vale lembrar que setores ligados às fábricas de armas fizeram um desafio: "Venham nos pegar".
Ninguém se atreveu a pegá-los e, por falar em armas, também vale lembrar que há mais armas do que gente no país, cuja população é de 330 milhões de habitantes. E a quantidade de armas, cara-pálida? Pois é, minhas amadas e meus amados: tem arma pra cachorro. São mais de 400 milhões e de todos os tipos.
Trump Pinóquio é um dos sabotadores da democracia e, como bom nazista e racista que é, só dificulta as coisas para o presidente eleito Joe Biden, que recebeu ao menos 74 milhões de votos e tornou-se o presidente mais votado dos EUA. 
Trump Pinóquio recusa-se a assinar a carta que trata da transição de governo e, com essa atitude louca, atrapalha os planos de Biden, considerado um homem bom. Só que tem uma besta desumana em seu caminho.
Além de não assinar a carta, Trump, o Aécio americano, já instruiu o procurador-geral, um trumpista de sobrenome Barr, para investigar "irregularidades"  e, com isso, contestar o resultado das eleições na Justiça. 
Trump e sua gang batem o pé e também batem na mesma tecla, ou seja, denunciam fraudes sem apresentar provas. Uma grande sacanagem.
Não bastasse tudo isso, o presifake quer percorrer o país. Fará comícios para dizer aos americanos que ele é o vencedor. Pausa para rir. Acho que passou da hora de colocar uma camisa de força nesse impostor, considerado o pior homem do mundo, segundo uma pessoa de sua família.
Não sei no que tudo isso vai resultar. Não sei qual será o desfecho. Sei apenas, como vocês, que a hora é grave, como dizia Ulysses Guimarães. A situação nos EUA está um deus nos acuda. Biden que se cuide. Quem melhor definiu o quadro foi o secretário da Defesa, demitido por Trump. "Deus nos acuda", disse o secretário antes de sair de cena.

DROPS

E a vacina Coronavac? Pelo jeito está sendo barrada pela politicagem.

Perguntinha inocente: negacionista também nega negócios?

Está tudo certo ou tudo já foi pro vinagre e outros condimentos?

Bom lembrar: comer com os olhos não mata a fome.
 

Veja também