FCT/Unesp completa 63 anos de atividades em Prudente

Instituição destaca motivos para comemorar: primeira mulher na direção, retorno às atividades presenciais, aumento nos investimentos e abertura de vagas de trabalho

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 03/05/2022
Horário 16:04
Foto: Divulgação
Faculdade completa 63 anos nesta terça-feira
Faculdade completa 63 anos nesta terça-feira

A FCT/Unesp (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista) de Presidente Prudente completa 63 anos nesta terça-feira. De 1959 a 1976, era conhecida como FFCL (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras) de Presidente Prudente ou carinhosamente FAFI; de 1976 a 1988, nominada Ipea (Instituto de Planejamento e Estudos Ambientais), já compondo Unesp e, desde 1988, denominada Faculdade de Ciências e Tecnologia.

"Em torno da sua existência, vidas foram transformadas: vidas de servidores públicos que escolheram fazer os concursos e tiveram e têm o privilégio de participar da sua história; vidas de discentes que se profissionalizaram e profissionalizam na graduação ou mesmo através da pós-graduação; além de inúmeras pessoas que, de alguma forma, puderam ter contato com a instituição. Essas escolhas constroem a trajetória de cada um e nos unem, tendo a FCT/Unesp como ponto comum", expõe a instituição sobre o aniversário.

A instituição aponta que, neste ano, "há motivos de sobra para comemorar", a começar pelo fato de ter a primeira diretora eleita da faculdade, Cristina Maria Perissinotto Baron. "Mesmo com as crescentes conquistas das mulheres ascendendo a cargos de gestão em empresas e órgãos governamentais, essa situação reveladora da secular desigualdade entre homens e mulheres ainda pairava em nossa trajetória e agora foi superada", relata.

Em segundo lugar, houve o retorno às atividades presenciais após dois anos difíceis para o mundo todo, devido às perdas humanas e materiais pela pandemia da Covid-19. Esse retorno vem sendo marcado pela transição e adaptação das medidas sanitárias e do ensino remoto emergencial para as habituais conversas “olho no olho”, essenciais na construção do conhecimento e na sociabilidade de experiências.

Em terceiro lugar, a instituição anuncia "notícias boas não apenas à comunidade da FCT, mas ao município de Presidente Prudente e região. "Nossa universidade voltou a promover investimentos necessários à qualificação das atividades de ensino, pesquisa e extensão. Isso beneficia diretamente nossos quase 3.500 estudantes, mas também impulsiona a atividade econômica local e regional", completa.

Enfatiza que, além dos R$ 70 milhões movimentados no ano, receberá mais de R$ 18 milhões para a compra de equipamentos e de serviços voltados para pequenas, médias e grandes reformas, sendo a pista de atletismo a de maior visibilidade.

Além dos investimentos que poderão servir para a geração de vagas nos diferentes setores da economia, também haverá a contratação direta de trabalhadores. Serão 15 vagas para concursos de técnico-administrativos e 23 vagas para docentes no campus.

"Como destacado, nossa universidade comemora 63 anos de existência, mas quem ganha é toda a sociedade. Parabéns à FCT e a toda a comunidade unespiana por contribuir para o aprimoramento da pesquisa, do ensino e da extensão no município de Presidente e em toda a região do Pontal do 
Paranapanema, sendo referência no ensino público, gratuito e de qualidade para o Estado e para o país", pontua.

Veja também