Hambúrguer: versões saudáveis de lanche

De acordo com a nutricionista Maira, incluindo no prato uma porção farta de fonte de fibras, como alface, cenoura ralada, tomate, rúcula, entre outros, já pode ser visto com bons olhos

VARIEDADES - OSLAINE SILVA

Data 16/06/2020
Horário 06:00
Foto:

O hambúrguer é uma paixão de lamber os “beiços” não só dos brasileiros, mas no mundo. Tem até uma data especial: 28 de maio, Dia Internacional do Hambúrguer. Apesar de grande parte dessa guloseima ser gordurosa, é possível ter versões mais saudáveis do prato. Em Presidente Prudente tem vários estabelecimentos que oferecem essa opção para todos, mas principalmente para aqueles que não querem prejudicar a dieta equilibrada. A nutricionista Maira Tatiana Viviani comenta que “lanche” remete a uma refeição rápida, muitas vezes devido à falta de tempo, ou para o happy hour com amigos. Porém, respeitados estes pontos e incluindo uma porção farta de fonte de fibras, como alface, rúcula, cenoura ralada e tomate já pode ser visto com bons olhos.

Em relação ao hambúrguer, ou burguer, Maira aconselha que optem pelo caseiro, ou artesanal, que é o blend, feito através da mistura de dois tipos de carnes (isso dará sabor e maciez) sendo uma delas com uma porcentagem maior de gordura. Para temperá-lo é só usar os condimentos que mais aprecia como sal, pimenta, cheiro verde... É à gosto!

“Dê preferência aos pães integrais, mas por ser ocasional, pode-se utilizar o francês, ciabatta, de forma, etc. Procure grelhar o burguer na chapa ou direto no forno, sem adição de gorduras. Queijos prato e muçarela são os usualmente utilizados. Porém, o crem cheese light ou o requeijão light também são indicados”, cita a nutricionista orientando ainda que ao utilizar maionese, opte por aquelas com menos sódio e calorias (observe a tabela nutricional), e controle a quantidade.

Foto: Oslaine Silva

Pão integral deve ser preferência, mas por ser ocasional, pode usar outros tipos

O problema não é o lanche,

mas os acompanhamentos

Lanches não podem ser a base de uma alimentação e nem consumido com tanta frequência. Mas, se elaborados da mentira correta, com ingredientes fonte de carboidrato, proteína, lipídios e fibras. Tudo que precisamos ingerir diariamente, podem sim ser saudáveis.

“O que os tornam ‘ruins’ são os acompanhamentos: molhos variados [principalmente porque são  feitos a base de ovo - que armazenado de maneira incorreta e não higienizado conforme as boas práticas, pode nos contaminar com a bactéria salmonela], batata frita com queijo. Frisamos a questão do bom senso. Já que não vai se alimentar todos os dias com lanche, saboreie-o com estas dicas para obter um alimento equilibrado”, ressalta Maira.

 

O que torna os lanches ‘ruins’ são os acompanhamentos: molhos variados, batata frita com queijo e refrigerantes

 

CUIDADO COM EXCESSOS

IMAGINE NO SEU HAMBÚRGUER:

*cheddar – 100 g (gramas) possui 33g de gorduras totais

*uma lata (350 mL) de refrigerante a base de cola tem 37g de açúcar o que equivale a 7colheres e 1/2 de chá)

 

Foto: Oslaine Silva

RECEITA LANCHE

*2 fatias de pão integral, um francês ou pão de hambúrguer

*1 fatia de queijo muçarela

*3 rodelas de tomate

*1 hambúrguer artesanal 

*1 colher de chá de requeijão light

 

Foto: Oslaine Silva

Escolha o seu pão e delicie-se: com moderação!

Veja também