Hoje tem live: caratê como base para o MMA

Marcelo Trovani e Caio Toledo estarão juntos, pelas redes sociais, é claro, às 19h30 (horário de Brasília), pelo Instagram @marcelotrovani e @bigfootmachado_mma

Esportes - WEVERSON NASCIMENTO

Data 07/07/2020
Horário 05:01
Mestre Marcelo \rovani, no Brasil, e o ex-aluno Caio Toledo, no Canadá, dividem live esta noite Foto: Mestre Marcelo \rovani, no Brasil, e o ex-aluno Caio Toledo, no Canadá, dividem live esta noite

Mestre e aluno! Após live com o professor de judô Nelson Morimoto e a neuropsicóloga clínica infantil, Heloá Ribeiro, hoje o mestre da Budô-Kan, Marcelo Trovani promoverá um bate-papo, desta vez, com o prudentino Caio Toledo Pennachhi Cardoso Machado, que carrega o cinturão de ouro dos pesos pesados que conquistou em uma competição de MMA (Artes Marciais Mistas) no Canadá, pela BFL (Battlefield Fight League) – 2019.

Marcelo, que já foi mestre de Caio na infância, diz com muito orgulho que o jovem sempre foi muito bom de coração com os amigos, além de assíduo nos treinos e extremamente disciplinado.

Com assuntos variados, as lives propostas pelo professor de caratê levam em conta, principalmente, questões que podem ser discutidas dentro do ambiente familiar. Nesta em questão, os atletas irão exaltar o caratê como base para o esporte de alto rendimento, o MMA.

“Com o Caio irei debater sobre o seu primeiro contato com a arte marcial  [Karatê Budô-Kan], como isso influenciou na carreira profissional do MMA, e também a importância da concentração, disciplina e o respeito aos adversários”, expõe Marcelo Trovani.

Segundo o mestre, o caratê proporciona uma boa base de ensinamentos como chutar, socar, deslocar-se, esquivar-se e, acima disso, princípios, respeito e disciplina que permanecem com o praticante por toda a vida.

Caio Toledo, de Prudente para o mundo!

Atualmente, morando no Canadá, Caio lembra que sempre foi muito ativo em relação aos esportes e que quando criança tinha muito interesse em aprender novas modalidades. “Iniciei no caratê aos 8 anos e continuei praticando até os 11. Tive  contato com o esporte quando o professor Marcelo passou a dar aulas. Nesse período, eu fui diagnosticado com DDA [Distúrbio de Déficit de Atenção] e meus pais me colocaram para aprender essa modalidade por conta da disciplina que carrega, além do controle físico/motor”, destaca Caio.

Quem acompanhar a live poderá ouvir o relato com m ais detalhes de como o caratê ajudou no seu desenvolvimento enquanto criança e como a prática fez parte da sua trajetória no MMA.

A rotina do campeão em terras canadenses, neste período da pandemia, varia entre treinos de luta, corrida e musculação, com dedicação entre duas a quatro horas por dia, cinco dias na semana. Sem competições no momento, Caio diz que o plano era sair do cenário local e buscar por campeonatos nos Estados Unidos  e na Ásia.

“Mesmo com a academia fechada, me mantive ocupado e fazendo o possível para manter a forma. A quarentena acabou aqui faz pouco mais de um mês, e aos poucos estamos retomando a rotina. Acredito que volto a competir ainda neste ano”, expõe Caio.

 

SERVIÇO

A live inicia às 19h30 (horário de Brasília) pelo Instagram @marcelotrovani e @bigfootmachado_mma, mas poderá ser acessada também pelo perfil no Facebook, Marcelo Trovani Budô-Kan.

 

Fotos: Cedidas/ Arquivo pessoal

Marcelo Trovani tem feito lives com questões que podem ser discutidas em família

 

Caio é campeão dos pesos pesados pela BFL (Battlefield Fight League)

Veja também