Homenagem

JOSÉ COSTA

COLUNA - JOSÉ COSTA

Data 29/07/2021
Horário 03:13

O maratonista irapuruense Paulo Roberto de Paula e seu irmão Luiz Fernando de Paula, técnico do atletismo em Tóquio, receberam uma homenagem no sábado em uma exposição aberta, na esquina da Avenida Euclides da Cunha com a Rua Carlos Gomes em Irapuru. Quem passou pelo local pode conhecer todo o material, incluindo uniformes usados nas maratonas e principais corridas disputadas pelos irmãos.

Foto: Cedida


Uma parte da exposição montada em área livre

MAIS OBJETOS
Paulo Roberto de Paula disponibilizou para a amostra todos os seus certificados, troféus, medalhas e documentos comprobatórios de sua participação nas Olimpíadas, como também em diversas outras competições internacionais. Segundo os organizadores, através dos Departamento da Cultura e do Esporte do município, a mostra serve como incentivo ao grande atleta irapuruense que se encontra em Tóquio para a sua participação na prova no dia 7 de agosto, e fechar a sua terceira participação nas Olimpíadas em boas colocação.

ALTA NO PREÇO DA PASSAGEM
Segundo informes do Tupãcity, com o funcionamento das praças de pedágio na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), as passagens de ônibus intermunicipais também ficam mais caras. O tupãense que precisa ir até Marília diariamente deve gastar em torno de R$ 28 com passagem de ônibus do tipo suburbano. Em um mês, o valor gasto é de R$ 616. Antes das praças de pedágio, o valor era de R$ 13.

TAMBÉM PARAPUÃ
Na mesma perspectiva, esta realidade também atinge moradores de Parapuã, que trabalham em Tupã, já que antes do início da operação das praças de pedágio, as passagens tinham o valor de R$ 6,50 e agora custam R$ 7,25. O trabalhador gasta cerca de R$ 14,50 por dia e, considerando apenas dias úteis (22 dias de trabalho), o valor chega a R$ 319 por mês. Vale destacar que foi considerada a passagem de ida e volta, com o tipo mais barato, que é em ônibus suburbano.

TELEFONIA MÓVEL
A empresa abcRede, uma das maiores provedoras de internet da região, com sede em Tupi Paulista, atendendo com fibras ótica própria, de Pacaembu a Brasilândia (MS), incluindo o distrito de Campinal, no município de Presidente Epitácio, está operando no segmento de telefonia móvel. Segundo seu diretor presidente, Nelson  Miralha, é grande o número de portabilidade de usuários de outras operadoras que estão migrando para a “ABC 4G”, que tem  uma grande aceitação, incluindo pessoas de regiões distantes e até mesmo de outros Estados. Nelson garante que a empresa está bem estruturada e com equipe de profissionais capacitados mostrando o potencial do oeste do Estado de São Paulo.

INCOESP
A Incoesp (Cooperativa das Indústrias Cerâmicas do Oeste Paulista) assegura que a produção de tijolos para a construção civil está a todo vapor e as vendas atingindo todos os limites. Após períodos de fracassos, agora o setor, incentivado com a política econômica do governo federal, está retomando seu espaço e, por esta razão, muitas cerâmicas estão se aparelhando com equipamentos modernos e, ao mesmo tempo, algumas que haviam sido desativadas, após 10 anos voltarão a produzir. Se for mantida essa política de crescimento adotada pelo governo federal, a região voltará a ser a maior produtora de materiais como  tijolos e outros itens importantes para a construção civil.

CHULIPA
Uma grande área nos arredores de Irapuru foi ocupada por pessoas de baixa renda e sem condições de ter uma casa própria. Os poucos que ficaram, cerca de cem famílias foram construindo suas casinhas, mas não tinham a segurança da propriedade. Nesta semana, o prefeito Ademar Calegão já tomou todas as providências para documentar a área e determinou as medições dos terrenos e, dentro em breve, entregará o título de posse das propriedades, apenas para os que já estão morando no local. Segundo ele, isso é feito por uma questão de justiça, pois há décadas que o problema existe, mas nunca foram tomadas providencias para beneficiar esses moradores sem muitas condições. Ademar assegurou que isso é questão de respeito e de valorização aos mais carentes.

FILOSOFANDO EM TROVAS
    Ciranda ó cirandinha,
    Vamos todos cirandar...
    Os homens hoje preferem
    Com bomba e arma brincar.

Veja também