Intepp fomenta ecossistema do empreendedorismo na região

Fato é evidenciado em solenidade de graduação de empresas, de anúncio de novas parcerias e concessão de título

PRUDENTE - Homéro Ferreira

Data 11/12/2021
Horário 04:02
Foto: Sinomar Calmona
Vista geral da solenidade no salão sobre da Associação Comercial e Empresarial 
Vista geral da solenidade no salão sobre da Associação Comercial e Empresarial 

Em momento histórico, a Intepp (Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente) reúne vários atores do universo regional do empreender, da inovação, da tecnologia e da educação. Em evento realizado na manhã de ontem, na Acipp (Associação Comercial e Empresarial de Presidente Prudente), foram graduadas cinco empresas; assinados termos de cooperação e parceria com instituições educacionais; e concedido título de associado benemérito ao Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), através de seu escritório regional.
Ao agradecer à Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) pela disponibilização da estrutura física onde está instalado a Intepp e na recepção de novos parceiros do segmento da educação, o presidente da incubadora, Dione Ferrari, disse que o ecossistema do empreendedorismo não existe se não tiver matéria-prima, constituída por ideias, projetos e pesquisas científicas que podem resultar em negócios. “Por isso estamos otimistas com as novas parcerias de instituições de ensino [além da Unoeste e Unesp] capazes de oferecer essa matéria-prima”, pontuou.

Foto: Homéro Ferreira


Ao centro da mesa principal: Ricardo Anderson, Dione Ferrari e Dr. Eduardo Creste

Para Dione, as novas empresas graduadas são exemplos de funcionamento do ecossistema do empreendedorismo, pois passaram por diferentes etapas de relacionamentos com diferentes atores. O gerente da Intepp, Wilson Kunze, comentou que, em 35 anos de sua trajetória profissional, nunca viu tanta demanda por projetos inovadores de base. “É algo que nos motiva à busca de construir novos modelos, novas realidades e, principalmente, parcerias”, afirmou.

O desafio de criação da Intepp

O pró-reitor acadêmico da Unoeste, Dr. José Eduardo Creste, enalteceu o evento e manifestou o entendimento de que entender o empreendedorismo é se tornar um profissional mais fortalecido para enfrentar os grandes desafios deste século. Citou o diretor da Fipp (Faculdade de Informática de Presidente Prudente), Moacir Del Trejo, e o professor Emerson Silas Dória para lembrar da criação da Intepp há cerca de 15 anos, instalada em apenas 80 m² no campus I, para depois ocupar 600 m² no campus II.
O gerente regional do Sebrae, José Carlos Cavalcante, na condição de parceiro na criação da Intepp, disse que foi um desafio, pois era visto por muitas pessoas como algo impossível: uma incubadora de base tecnológica no oeste paulista, região de predominância pecuária. Conforme disse, houve a criação e o avanço passo a passo, mas que ainda faltava maior integração, o que começa a ocorrer a partir de agora. Cavalcante se colou à disposição para contribuir com a consolidação do ecossistema.
O pró-reitor de pesquisa, pós-graduação e extensão da Unoeste, Dr. Adilson Eduardo Guelfi entendeu como muito positiva a ampliação da integração de instituições em prol do desenvolvimento de Prudente e região. “Isso tem valor inestimável por poder dar melhores condições de vida à população regional”, avaliou.  O presidente da Acipp, Ricardo Anderson Ribeiro, classificou como muito positivo o evento promovido pela Intepp, especialmente pelo fortalecimento do ecossistema, que realmente precisa da integração e da colaboração das várias instituições, para o bem de todos. 

Ampliação do número de instituições parceiras é voltada para possibilitar o surgimento de mais projetos de base tecnológica 

Soluções que o mercado precisa

“Quem ganha com isso é Prudente e região; e também o Brasil, pois muitas empresas saem daqui e vão para outras cidades. Esta solenidade veio mostrar que o caminho percorrido nestes 15 anos de Intepp é árduo, mas com bons frutos”, comentou Ricardo. O secretário municipal de Tecnologia da Informação, Helton Sapia, considerou como importante a relação entre poder público e instituições locais empenhadas na criação de empresas de base tecnológica, proporcionando soluções que o mercado precisa.
O pesquisador Dr. Fábio Rafael Echer, coordenador do programa de pós-graduação pelo qual a Unoeste oferta mestrado e doutorado em Agronomia, está entre os que tiveram suas empresas graduadas pela Intepp. O que para ele é uma demonstração de que produções de iniciação científica nos cursos de graduação e a pesquisa na pós-graduação podem ser transformadas em negócios. Sua empresa de base tecnológica é a Cotton Apps, que auxilia na tomada de decisão e manejo da lavoura algodoeira.
Outras empresas graduadas foram a Swin Track, dos professores Dr. Jair Garcia Júnior e Alessandro Pierucci, “Pita”; Analytics2Go, representada por Christian Alves; KNZ, de Lucas Kunze; e Armitage, representada por Kako Fernandes. Dentre as novas instituições parceiras da Intepp estão as escolas do Sesi Antônio Sacalon, do Jardim Villa Real, e Darcy Zacharias, da Vila Furquim, cujos convênios com a Intepp foram assinados pela diretora Olga Boscoli. Pela Associação Educacional Toledo, a assinatura foi do professor Luiz Fernando Nogueira.

Foto: Sinomar Calmoma


Jair, Christian, Fábio, Lucas e Kako, das empresas graduadas

Todos ganham com a união

Demais convênios: Fatec (Faculdade de Tecnologia), através da diretora Renilda Monteiro; a Etec (Escola Técnica) Professor Adolpho Arruda Mello, representada pelo professor Cauê Zanet; e a Cooperativa Escola dos Alunos da Etec (Escola Técnica) Professor Dr. Antônio Eufrásio de Toledo, pelo professor Maycon Amin Vieira, que manifestou o entendimento de que as instituições de ensino não podem ficar isoladas; que todo mundo ganha com a união e que a Intepp está promovendo isso.
O Sebrae esteve entre os sócios-fundadores da Intepp, e teve que se ausentar por questões estatutárias, mas o seu gerente regional, Cavalcante, manteve a atuação contribuindo com inovação e tecnologia para fortalecer o ecossistema do empreendedorismo no oeste paulista. O que tem sido feito com projetos do próprio Sebrae e continuarão sendo feitos por novos programas que estão chegando para a região. Por este motivo, foi homenageado pela Intepp e seus parceiros com o título de Associado Benemérito.

Foto: Sinomar Calmona


Moacir entrega o título de Associado Benemérito para Cavalcante

Foto: Sinomar Calmona


Wilson, Dione e Diego Andreasi, diretor da Fundação Inova

Veja também