Isolamento social requer cuidados com a saúde ocular

Uso excessivo de celulares e computadores, em meio ao tempo ocioso, deve ser controlado para evitar problemas oculares

Saúde & Bem Estar - THIAGO MORELLO

Data 06/02/2021
Horário 09:12
Foto: Reprodução/Vision Center
Guilherme: “Cenário tende a aumentar as doenças oculares, principalmente a miopia”
Guilherme: “Cenário tende a aumentar as doenças oculares, principalmente a miopia”

A pandemia da Covid-19 não acabou, apesar do início da vacinação, o que faz com que o isolamento social ainda seja muito necessário. E desde que ele começou e a população entrou em quarentena, a maior parte das atividades diárias passou a ser feita perante telas, já que as pessoas saem menos de casa e encontram lazer e entretenimento na frente da televisão e dos celulares. Contudo, o uso excessivo de aparelhos eletrônicos deste cunho, em meio ao tempo ocioso, deve ser controlado para evitar problemas oculares.
O oftalmologista de Presidente Prudente, Guilherme Yoshiyasu, relata que essa maior preocupação com a saúde dos olhos, nesse momento, realmente ocorre. “O cenário tende a aumentar as doenças oculares, principalmente a miopia. Inclusive já há relatos de crianças e adolescentes que passaram a ter o problema, em vista do tempo excessivo utilizando celulares, tablets e computadores”, completa. Ele ainda alerta que não só a miopia é uma das consequências, mas em casos mais graves pode também haver descolamento de retina e cicatriz na retina.
Então, para evitar a situação, o médico afirma que a dica é simples: evitar ficar muito tempo exposto à frente destes aparelhos. Isso porque, o uso prolongado pode prejudicar a saúde ocular, em vista da luz azul emitida, que é tóxica à retina. “E para quem precisa utilizar, a dica é dar pausa a cada 20 ou 40 minutos, e olhar para longe, em uma distância maior de cinco metros, durante quarenta segundos. Isto é, fazer atividades que desenvolvam mais a visão de longe”, completa.

Tempo de uso

Sendo assim, com base na SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) e na SBO (Sociedade Brasileira de Pediatria), Guilherme recomenda que crianças de até 2 anos não tenham contato com nenhum tipo de tela digital. E, logo após essa idade, o tempo máximo de uso deve ser de 1 hora. “Quanto mais jovem é pior”, pontua.

Sintomas mais comuns ao usar muito tempo o celular:

•    Dores de cabeça
•    Dor no pescoço/ombro
•    Tensão ocular
•    Olhos secos ou irritados
•    Atenção reduzida
•    Irritabilidade

Veja também