Publicidade

Jovem é presa acusada de esfaquear o namorado após discussão

Homem relatou que revidou um tapa no rosto desferido pela namorada, momento em que ela pegou uma faca e o atingiu no peito e no braço

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 12/12/2019
Horário 08:24

Uma mulher de 29 anos foi presa pela Polícia Militar, acusada de esfaquear o namorado durante uma discussão. O crime ocorreu na madrugada de hoje, no Jardim Cambuci, em Presidente Prudente. Conforme a polícia, o homem, de 37 anos, recebeu golpes no peito e no braço, mas não corre risco de morte.

A ocorrência foi registrada na Rua Galdino dos Santos. Segundo a polícia, a equipe chegou ao local e encontrou o rapaz caído na calçada, próximo a um veículo. De acordo com os militares, ele estava “todo ensanguentado e agonizando”.

Na cena do crime também estavam os tios do rapaz, bem como a namorada. Segundo a polícia, o homem o estava consciente e disse que a companheira teria sido a responsável pelas facadas. Após atendimento inicial pela equipe de resgate, verificou-se que os golpes atingiram o peito e o braço direito.

Em relato aos militares, os tios da vítima disseram que a namorada da vítima poderia ser a responsável pelas facadas, pois é considerada “muito nervosa”.

“Bastante sangue”

A acusada estava com as vestes ensanguentadas, mas sem ferimentos visíveis. Questionada sobre o crime, afirmou não ter sido a responsável, mas alegou uma discussão com o namorado, seguida de luta corporal.

De acordo com ela, o homem pegou a faca e feriu o próprio peito.

Quanto ao ferimento do braço, acredita que foi provocado por ela na tentativa de tirar a faca das mãos dele. Por sua vez, a vítima afirmou que a discussão iniciou quando levou um tapa no rosto, o que foi revidado, momento em que a mulher pegou a faca.

Dentro da residência, os policiais constataram que havia “bastante sangue”, o que indica que o crime tenha se iniciado dentro do imóvel. Na pia da cozinha foi apreendida uma faca.

Depois de colher os depoimentos, os policiais apresentaram a acusada na Central de Flagrantes. Ela teve a prisão preventiva solicitada e aguarda o andamento da investigação.

Veja também