Lipoproteínas são importantes

Jair Rodrigues Garcia Júnior

Foto:

Diagnóstico médico de dislipidemia, ou seja, colesterol, LDL e triglicerídeos altos, em geral, trás dúvidas e preocupação. Por exemplo, qual o significado dessas gorduras e lipoproteína estarem elevadas no sangue?

GORDURAS NECESSÁRIAS
Em todas as células as gorduras (ácidos graxos, triglicerídeos, colesterol e fosfolipídeos) desempenham importantes funções, sendo utilizadas continuamente. Até mesmo na membrana celular, que é uma estrutura, há troca constante das gorduras e a constituição e função dependem do tipo de gordura consumida no dia a dia.

TRANSPORTE
O sangue é um meio líquido e as gorduras não são solúveis. Por isso, as gorduras circulantes estão sempre ligadas a proteínas, as lipoproteínas: quilomicron (Qm), lipoproteína de muito baixa densidade (VLDL), lipoproteína de densidade intermediária (IDL), lipoproteína de baixa densidade (LDL) e lipoproteína de alta densidade (HDL). Elas diferem entre si quanto à composição de gorduras, proteínas e quanto ao destino do transporte.


COMPOSIÇÃO E FUNÇÃO
A Qm é rica em triglicerídeos (82%), a VLDL possui menos triglicerídeos (52%), a LDL é rica em colesterol (47%) e a HDL é mais proteína (50%). A Qm transporta as gorduras da dieta (após as refeições) para distribuição para as células. VLDL, IDL e LDL transportam gorduras do fígado para as células, enquanto a HDL leva as gorduras das células para o fígado (transporte reverso). Todas as lipoproteínas contêm colesterol, por isso, o resultado do exame de colesterol total representa a soma do colesterol de todas as lipoproteínas. O mesmo vale para dosagem dos triglicerídeos.


EXCESSO NO SANGUE
Um dos problemas do aumento das lipoproteínas no sangue é que parte da LDL pode ser oxidada, liberar colesterol na parede dos vasos sanguíneos, onde se acumula e obstrui gradativamente a passagem do sangue (aterosclerose). Quando a pressão sanguínea aumenta e o sangue flui com dificuldade, pode romper a artéria, evento conhecido como infarto do miocárdio (no coração) ou acidente vascular cerebral (AVC; no cérebro). Por isso, a LDL é conhecida como “mau” colesterol.


CONTROLE AS LIPOPROTEÍNAS
As causas do aumento das lipoproteínas são: hereditariedade, má alimentação e sedentarismo. A alimentação deve privilegiar as gorduras insaturadas (alimentos vegetais) e evitar excesso de açúcar e carboidratos refinados (farinhas). Os músculos devem ser ativos para que usem gorduras como fonte de energia e colesterol para produzir hormônios, impedindo o acúmulo no sangue e tecido adiposo. 
 Músculos devem ser ativos para que usem gorduras como energia.

Veja também