Lucas Porto é bronze na Copa São Paulo de Judô

Depois da Triple Gold, em Marília, judoca machadense segura o terceiro lugar da maior competição da modalidade da América Latina

Esportes - DA REDAÇÃO

Data 23/03/2022
Horário 20:02
Foto: Cedida
Lucas, com sua medalha e a bandeira da sua cidade, vem numa crescente de êxitos nos tatames
Lucas, com sua medalha e a bandeira da sua cidade, vem numa crescente de êxitos nos tatames

O judoca machadense, Lucas Porto Rodrigues, 17 anos, atleta da Associação de Judô Fênix, treinado pelos senseis Rodolfo Weber Zanin, André Gustavo da Costa e Rafael Chinelli conquistou medalha de bronze em sua categoria Sub-21 Pesado, no fim de semana, na Copa São Paulo de Judô, em São Bernardo do Campo, considerada como a maior competição de judô da América Latina.
Ele comenta que foi disposto a dar o seu melhor. E conseguiu um ótimo desempenho, segundo ele além do esperado, porque estava há dois anos parado por conta da Covid-19. “Fiz três lutas, venci duas e me consagrei em terceiro lugar. Pra mim foi a comprovação que eu posso sim conseguir um ótimo rendimento na maior competição da América Latina. Recebi o meu bronze com muita empolgação e felicidade”, destaca o lutador.
Lucas vem numa crescente fase de êxitos nos tatames. Em Bauru (SP), no CIJJ (Circuito Interior de Jiu-Jitsu), ele foi ouro na categoria e prata no Absoluto. E em Marília, na 15ª Copa Xtreme de Jiu-Jitsu, ele simplesmente foi Triple Gold! Isso mesmo ele foi lá e trouxe quatro ouros pra sua coleção.
Ele diz que foi gratificante ver que seu trabalho árduo nos treinos valeu a pena e conseguiu vencer todas as suas categorias: Absoluto no-Gi (Sem Kimono) Adulto Azul, Gi Adulto Azul acima de 100,5 kg e Absoluto Adulto Azul. 
“E por vencer todas as minhas categorias ganhei mais uma medalha, a Triple Gold. Fiz seis lutas e venci todas sem levar um ponto. Lesionei meu ombro, mas oque vale é a vitória no final! Rapaz, eu estava brabo, hein [risos]”, vibra o atleta da equipe Nilson Nunes Bjj, que é patrocinado pela Matsuda. 



 

Veja também