Maestro da Orquestra de Viola abrilhanta Sipat

Hino Nacional será tocado na viola caipira, abrindo a programação do evento, que começa amanhã e segue até sexta, no Senai

VARIEDADES - Oslaine Silva

Data 18/08/2013
Horário 09:56
 

A Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Sipat) de O Imparcial e outras quatro empresas, que ocorre de amanhã a sexta-feira,no prédio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), terá na abertura uma atração que tem surpreendido o público em diversos eventos: o Hino Nacional tocado na viola caipira. Na ocasião, quem fará a apresentação, abrilhantando ainda mais o primeiro dia da ação, é o maestro da Orquestra Municipal de Viola de Presidente Prudente, Anselmo Ferreira da Silva, 31 anos.

Jornal O Imparcial Grupo, formado em 2010, conta hoje com 29 músicos; ensaios são frequentes na escola de artes

"O interessante é que a viola só era vista em memoriais e hoje estamos abrindo vários eventos com o hino, como feiras agropecuárias, apresentações em teatros, aniversários de cidades, entre outras", ressalta o maestro.

Para o conhecimento do público a respeito da orquestra, apesar da ideia da implantação na cidade em 2010 ter sido do secretário de Cultura José Fábio Sousa Nogueira, ele diz que nada teria dado certo se não tivesse o apoio do governo municipal e de outros colaboradores. Entre estes, o professor e músico Aparecido Coitino, 57 anos, que até o ano passado, foi coordenador do grupo e maestro.

Segundo Coitino, o desejo em criar tal projeto já existia, porém, sem apoio era difícil. "Quando o Fábio nos convidou e disse que a pasta apoiaria, vimos a oportunidade e a possibilidade de concretizar um sonho há tanto tempo almejado. E foi então que em março do mesmo ano, fizemos uma reunião com uns 15 violeiros e dai por diante passamos a nos encontrar uma vez por semana durante três meses", expõe.

Em junho, já afiados com o instrumento e familiarizados com o trabalho em conjunto, realizaram o primeiro concerto no Teatro Paulo Roberto Lisboa, no Centro Cultural Matarazzo, para cerca de 300 convidados. "Ai estava o lançamento oficial da Orquestra de Viola de Presidente Prudente que, em seguida, nos levou a apresentações regionais atingindo a cada evento um público sempre maior", relata.

 

Grupo atual

Após três anos de trabalho, atualmente o grupo coordenado pela também musicista Heloísa Helena Luizari, 63 anos, tem em sua formação 29 músicos autodidatas, entre homens e mulheres de 12 a 80 anos, sob a regência do professor e maestro Anselmo Ferreira da Silva.

Conforme Luizari, o resgate, divulgação, difusão e a expansão da autêntica música caipira são os principais objetivos da orquestra desde seu início. E para isso, oferecer à população acesso a esse riquíssimo patrimônio cultural brasileiro deixado de canto, quase que esquecido. "O que nos deixa extremamente felizes e é interessante frisar é que o jovem está integrando este estilo, participando tanto dentro da orquestra, sempre com grande apoio de seus familiares, quanto como público", pontua.

Luizari convida a população para assistir um dos ensaios abertos da turma, que ocorre todas as segundas-feiras e no terceiro domingo do mês, às 20h, na Escola Municipal de Artes Jupyra Cunha Marcondes e, na Sala de Cinema Condessa Filomena Matarazzo, respectivamente. "O público apreciará uma música que não é comercial, essas que são encontradas em qualquer lugar e sim a verdadeira música sertaneja de raiz. E presenciará como o projeto foi acolhido por quem ainda valoriza o som da viola", enfatiza.

 

Integrantes

Compõem a orquestra músicos de Presidente Prudente e região como de Álvares Machado, Santo Anastácio e Regente Feijó, entre outras. São eles: Antenor Blaudino da Silva, Antonio Alves Arantes, Aparecido Coitino, Benícia Aparecida Esteves, Bruno Carabina Santos, Carlos Beraldo dos Santos, Edvá da Silva Rodrigues, Felipe Pereira da Silva, Francisco Ronaldo da Silva, Gabriel Henrique de Araújo, Haroldo Lobo Garcia, Ilda Ferreira da Silva, João Afonso Gouvêa, João Nicoleti, José Correia de Brito, José Leonardo Ferreira Carvalho, José Luiz Nonato de Almeida, José Romualdo Araújo, Laudemir Blazeech, Luiz Aparecido Gonçalves, Mário Alcântara, Matheus Mazi de Oliveira, Nivaldo Bento da Silva, Odete Rodrigues Gonçalves, Rafael Silva de Oliveira, Ritcharlison Amaro Martins, Rogério Braghin, Valdecir Vitor de Souza e Vinícius Souza Pereira.

Se você tem habilidade com a viola e se dispõe ao trabalho em conjunto pode fazer parte dessa equipe, basta entrar em contato no Matarazzo, com a coordenadora.


Sipat Unificada


Com o tema "Prevenção: vamos curtir e compartilhar essa ideia", a Sipat tem além de O Imparcial, a Caiado Pneus, Caiado Fiat, Funada e Sabesp envolvidas em uma semana de ações voltadas aos cuidados da saúde dentro e fora de uma empresa. O evento será no prédio do Senaie é aberto ao público com entrada franca. Contudo, todas as empresas estão arrecadando alimentos não perecíveis, que serão doados para o Lar Santa Filomena.

Consta na programação, palestras nos cinco dias, com início sempre às 8h, com exceção da sexta-feira que começa às 14h. Amanhã, o assunto é "Meio Ambiente: Problemas Fundamentais nas Cidades e no Campo", com o promotor de Justiça licenciado Nelson Roberto Bugalho. Na terça-feira, o tema tratado será "DST: doenças sazonais", com o infectologista André Luiz Pirajá da Silva. Na quarta-feira, a palestra "Motociclista" será com o instrutor de cursos de educação e técnicas no trânsito Luciano Cenedese, do Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat).

Na quinta-feira, o técnico de Segurança do Trabalho Odair da Silva Cavalcanti mostrará aos participantes "A Importância do Uso dos EPI’s"; e, no último dia, o professor de Educação Física, Paulo Cezar da Costa Leite, que também é fisioterapeuta e fisiologista, explanará sobre "Pilares de uma Vida Saudável". Ainda na sexta-feira, haverá sorteio de vários brindes e apresentação de hip hop. Vale a pena conferir.

Veja também