Mara Soares se realiza na arteterapia com mosaico

Técnica que necessita de paciência e concentração contribui para amenizar o estresse e a tensão do cotidiano, além de auxiliar o desempenho profissional e de aprendizagem

VARIEDADES - WEVERSON NASCIMENTO

Data 06/09/2020
Horário 07:00
Weverson Nascimento - Mara Soares se dedica a arte do mosaico desde 2009
Weverson Nascimento - Mara Soares se dedica a arte do mosaico desde 2009

Nas artes plásticas e visuais o mosaico pode ser fomentado como utilitário, decorativo, artístico e de interversão urbana/muralismo. A arte milenar envolve a montagem de pequenos pedaços de vários tipos de materiais, que podem se transformar em uma obra abstrata ou representacional. Atualmente, mergulhada neste universo de cores, sentimentos e significados, está a especialista em arteterapia, Mara Soares, que se dedica à técnica que contribui para amenizar o estresse e a tensão do cotidiano, além de auxiliar o desempenho profissional e de aprendizagem.

Ela explica que o arteterapeuta acolhe de maneira criativa o processo de transformação do outro e fomenta recursos expressivos a fim de conectar os mundos internos e externos. Na vida de Mara a técnica do mosaico começou através de um serviço voluntário, que realizava no Hospital Erasto Gaertner, de Curitiba (PR), um importante centro capacitado na área médica-oncológica, em meados de 2009. Em dezembro de 2014, se mudou para a capital do oeste paulista para atuar no Aeroporto Estadual “Adhemar de Barros” de Presidente Prudente e nas horas vagas continuava praticando a arte do mosaico em casa.

“Ele continuou como um hobbie, mas depois o vi como uma terapia profissional, foi quando eu descobri a arteterapia”, comenta a mosaicista.

Formada em radiologia pela Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), a profissional cursou especialização em arteterapia no IBAP (Instituto Bauruense de Psicodrama), em Bauru (SP). “Na especialização foi necessário realizar um estágio e um TCC [Trabalho de Conclusão de Curso], foi quando eu participei de ações e intervenções com assistidos da Associação Assistencial Adolpho Bezerra de Menezes, de Presidente Prudente”, relembra. Atualmente, ela também cursa especialização em neuropsicopedagogia pelo Grupo Cesc Cursos.

Paciência e concentração

Entre diversos materiais, Mara utiliza com mais frequência pastilhas, azulejos, cerâmicas, vidros, louças, mármores, orsoni e pastas-vitreas brasileiras. Apaixonada pela família, artistas e pela natureza, ela tem as mais diversas inspirações. Segundo artista plástica, o benefício da arteterapia com mosaico para o praticante parte do princípio da paciência, pois é um trabalho que demora dias, além de exigir completa concentração para mover as pedras e encontrar o melhor encaixe. “É como se fosse um quebra-cabeça. Com a prática você pode trabalhar o sistema nervoso [terapêutica] e o tato que é bem diferente de uma pintura, por exemplo”, explica a mosaicista.

Estudos explicam que a arteterapia desenvolve a capacidade criativa por meio de suas técnicas, auxiliando o desempenho profissional e de aprendizagem. O arteterapeuta, portanto, facilita a ampliação da consciência e do autoconhecimento e, ao mesmo tempo, possibilita mudanças comportamentais, emocionais, sociais e afetivas. Hoje, cursando neuropsicopedagogia, área que busca compreender as relações entre a neurociência e os conhecimentos da psicologia cognitiva e da pedagogia, Mara almeja trabalhar com crianças no pós-pandemia. No momento, como requisito para conclusão do curso, ela faz estágio profissional com a psicopedagoga Mônica Cavalcante.

Adepta também do muralismo, junção da arte urbana em mosaico que pode reunir um ou diversos artistas, a mosaicista prudentina conta com obras em diversos projetos no Brasil, e fora dele também, como na Alemanha e na Argentina.

 

Foto: Weverson Nascimento

Especialista na arteterapia, mosaicista mergulha neste universo de cores, sentimentos e significados

 

Fotos: Weverson Nascimento - O mosaico pode servir como utilitário, decorativo, artístico e de interversão urbana/muralismo

 

 

Veja também