McDia Feliz fomenta doações para AAPC

Ação realizada durante todo dia de ontem em unidades de Presidente Prudente iniciou com a venda de 3 mil lanches

PRUDENTE - VICTOR RODRIGUES

Data 28/08/2016
Horário 08:51
 

O McDia Feliz foi iniciado com a venda antecipada de mais de 3 mil lanches e a expectativa era fechar o evento com 5.500 vendas, pouco a mais do que o comercializado na edição do ano passado, aproximadamente 5 mil. De acordo com Vanberson Fabri, franqueado das duas unidades do McDonald´s, em Presidente Prudente, a ação conta com mais de 200 pessoas envolvidas, entre funcionários e voluntários. "Como já é um trabalho tradicional, temos muitos clientes fiéis. A causa é nobre e as pessoas sempre cooperam", comenta.

Toda a arrecadação dos restaurantes da cidade será destinada a AAPC (Associação de Apoio ao Portador de Câncer de Presidente Prudente), para a construção da ala infantil da Casa de Apoio. A programação de ontem contou com diversas atividades como a apresentação das duplas, Pedro Henrique e Eduardo e João Pedro e Renato no estacionamento do Prudenshopping no decorrer do dia.

Jornal O Imparcial Evento visa vender lanches e angariar fundos para edificar ala infantil da Casa de Apoio

Além dos recursos arrecadados com a venda dos lanches, a AAPC também comercializou camisetas da campanha a R$ 10. "A população tem nos ajudado bastante. A Fundação Hospital Regional do Câncer da Santa Casa já iniciou seus trabalhos e a tendência é que o atendimento aumente. Assim, mais pacientes carentes precisarão da nossa ajuda para seguir com o tratamento", relata Arhur Baratella, presidente da AAPC. Segundo ele, as obras da nova Casa de Apoio devem ser iniciadas até o final deste ano.

Wagner Antunes Calza, diretor de eventos da associação, diz que o intuito é promover sempre um evento maior. "Ou no mínimo, no mesmo padrão que as demais edições, que também foram um sucesso", frisa.

O eletricista Arnaldo da Silva, 42 anos, acompanha a promoção todos os anos e levou os dois filhos ao McDonald´s do shopping na manhã deste sábado. "A colaboração da comunidade é muito importante. A entidade precisa de apoio", comenta.

Therence Freitas, 32 anos, empresário, veio com a família de Ouro Verde para pegar seus lanches. "A gente agrega a ação com o passeio. É sempre bom ajudar", conclui.

 

Veja também