Militares

Sandro Villar

O Espadachim, um cronista que alerta: nenhuma instituição está acima das outras instituições

CRÔNICA - Sandro Villar

Data 11/07/2021
Horário 05:30

Se o Brasil é hoje uma república federativa devemos isso aos militares, que sob o comando do marechal Deodoro deram uma rasteira no imperador Dom Pedro II e, em 15 de novembro de 1889, derrubaram a monarquia. E olhem que Deodoro era monarquista, mas mesmo assim traiu o rei.
Depois da Proclamação da República, que  a rigor foi um golpe, os militares sempre se intrometeram na política. Pelo menos os que não são legalistas, como ocorreu na eleição do presidente Juscelino Kubitschek, no fim dos anos 60. Setores radicais fardados não queriam JK na Presidência, mas havia um militar legalista que garantiu a sua posse dando um "chega pra lá" nos golpistas.
Foi o marechal Lott, hoje malvisto no Exército, que garantiu a posse de JK. Inconformados, os golpistas - fardados e paisanos - insistiram e, sob a desculpa da ameaça comunista, se instalaram no poder pela força bruta com prisões, torturas e mortes. No caso, falo do golpe de 1º de abril de 64, uma ditadura sanguinária que durou mais de 20 anos.
Acusaram Jango de ser comunista. Mentira!  Apenas uma desculpa para derrubar um governo que queria fazer o mínimo, no caso, reformas de base para melhorar um pouco a vida do povo. O comunismo nunca ameaçou o Brasil e Jango nunca foi comunista. "Jango não era estadista. Ele era estancieiro", disse alguém em tom de pilhéria.
Lamentavelmente há setores militares que querem tutelar o país e isso é inaceitável. Se acham os donos do Brasil. Não são. Militar tem que bater continência para o poder civil, cumprindo o que determina a Constituição. É o que acontece nas melhores democracias. Políticos brasileiros e latinos em geral têm medo dos militares.
Por quê? Porque os fardados integram o Partido Verde Oliva, o Partido Armado. Quem tem armas tem o poder. Vejam o que aconteceu na CPI da Covid-19. Um comentário do presidente da CPI, senador Omar Aziz, irritou os comandantes das Três Armas. 
Uma intimidação que soa como ameaça. Vão fazer o quê? Invadir o Senado e prender os senadores? Espero que esse tempo já tenha passado. Corruptos há em todas as profissões. Que os corruptos sejam investigados e, em caso de culpa, levados às barras dos tribunais. Militares e civis. Somos todos brasileiros, fardados ou não. Para o bem do país, vamos torcer pelo entendimento, pois de crises já estamos cheios. 

DROPS

Quem quer eleição limpa deve atuar como faxineiro e lavar a urna.

Voto impresso é uma coisa tão obsoleta quanto orelhão de rua.

Está explicada a presença de um reverendo no escândalo das vacinas: a missão dele era benzer as doses.

Por falar em doses, aceita uma dose cavalar de cachaça?

Vai reformar ou construir?
CASA DAS TINTAS, a loja do Élcio, tem as melhores tintas. Entregas em domicílio. 3907-7500 e 99132-0716. Av. Ana Jacinta, 1.663.
 

Veja também