Publicidade

Mulheres mostram o poder da black music no Sesc

Janine Mathias, Dryca Ryzzo e DJ Simmone Lasdenas se apresentam às 16h deste sábado, na Área de Convivência da unidade; show é gratuito

VARIEDADES - DA REDAÇÃO

Data 25/01/2020
Horário 05:04
Divulgação/Carina Zaratin - Dryca Ryzzo teve seu primeiro trabalho lançado no país em 2012 Foto: Divulgação/Carina Zaratin - Dryca Ryzzo teve seu primeiro trabalho lançado no país em 2012

Neste sábado, o palco da Área de Convivência é das mulheres. Transitando por influências nacionais e internacionais da black music, consagradas no soul, jazz e hip hop, as cantoras Janine Mathias e Dryca Ryzzo celebram a força ancestral feminina ao lado da DJ Simmone Lasdenas em show gratuito, às 16h.

Dendê é o óleo conhecido para azeitar, fortificar, untar e apaziguar. Também é o responsável por dar nome ao primeiro álbum da artista Janine Mathias, que faz alusão ao fruto da força ancestral ao longo de 11 faixas.  “Quero a fruta que sacia essa fome de vencer/ Nasci soberana preta, não me iludo com poder/ Quem tem dendê pode botar pra ferver/ Quem tem dendê chega no axé”, são os versos da faixa “Dendê”, homônima ao álbum, que empresta os vocais do rapper Rincon Sapiência numa mistura literal de temperos e narrativas que ilustram a força, ancestralidade e resistência da comunidade negra.

Nascida na periferia do Distrito Federal, Janine carrega o rap como lugar de fala e expressão de seu caminhar. O próprio “Dendê” é resultado das vivências com ritmos advindos da música negra em geral, como samba, jazz e soul. Ao longo da carreira, a artista fez parcerias com Karol Conka, Tássia Reis, Elza Soares, Mulamba, Tuyo, Flora Matos, Sandra de Sá, Criolo e tantos outros.

Já a paulistana Dryca Ryzzo une às sonoridades brasileiras e da música pop americana sobrepondo-as a diversas roupagens musicais. Seu primeiro disco, intitulado “Dryca Ryzzo”, foi lançado em 2012, com produção de Dehco Wanlu e masterizado por Jay Franco, em Nova York.

No álbum, estão presentes influências musicais da black music, do pop e do hip hop, sendo este o gênero em que Ryzzo estreou na cena. Backing vocal de projetos como Pantinhagem Brasileira e Projeto Sarara, a artista já participou de shows da cantora Negra Li, soltou a voz no Conexão no Morro e se destacou no grupo de rap paulistano Rosana Bronks.

Elas sobem ao palco do Múltiplos Sons neste sábado, às 16h, ao lado da DJ Simmone Lasdenas, integrante da Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop (FNMH2), participante do programa “Yo MTV Raps” em 2005, além de desenvolver ações integradoras como arte-educadora e ser ganhadora, em 2014, do Prêmio Cultura Hip Hop da Funarte (Fundação Nacional de Artes).

Divulgação/Renato Nascimento

Janine já fez parceria com grandes nomes da música brasileira

 

 

 

Veja também