Na pandemia, Sesc de Prudente adota nova forma de oferecer cultura 

Unidade, que realiza todos os anos diferentes intervenções, se reinventou através das plataformas digitais, atendendo a missão de estar próxima do público

VARIEDADES - WEVERSON NASCIMENTO

Data 30/12/2020
Horário 06:55
Foto: Sesc Thermas Prudente
Unidade realizou 24 shows virtuais do projeto Múltiplos Sons [em casa]
Unidade realizou 24 shows virtuais do projeto Múltiplos Sons [em casa]

Criar oportunidades para que as pessoas desenvolvam todo o seu potencial por meio do acesso à cultura, educação, saúde, esporte, lazer e assistência, é o que o Sesc (Serviço Social do Comércio) faz diariamente em todo o país, ao longo de mais de sete décadas. Sua presença nacional possibilita estar sempre sintonizado com o público, atendendo às demandas conforme as características de cada localidade. Na capital do oeste paulista, o Sesc Thermas de Presidente Prudente realiza todos os anos diferentes intervenções destinadas a todos os públicos, em diversas faixas etárias e estratos sociais. Mesmo em meio à pandemia os profissionais se reinventaram através das plataformas digitais, atendendo a missão de estarem próximos do seu público.
De acordo com a gerente do Sesc Thermas de Prudente, Fabíola Gaspar das Dores, a unidade paralisou o atendimento ao público no dia 17 de março, junto com todas as unidades no Estado de São Paulo, após serem estabelecidas medidas adicionais de caráter temporário e emergencial de prevenção ao contágio pela Covid-19. No entanto, mesmo com os portões fechados, os profissionais continuaram e continuam ali se reinventando ao novo estilo de trabalho e convívio social. 
“Foi uma coisa inesperada. Imagina para uma instituição que lida com público ter que fechar para as pessoas? A nossa missão e propósito é justamente receber o público para nossas diversas atividades”, relembra. Mas, o período também foi suficiente para a unidade se reinventar através de projetos já realizados. “Eu me lembro da gente nessa primeira semana já pensando em como iríamos trabalhar a nossa programação e os compromissos que a gente tinha. Mas, nos reinventamos ali. Realizamos de outra forma, num outro formato, mas realizamos”, acrescenta.

Um novo formato

É valido ressaltar que a pandemia trouxe diversas mudanças para a sociedade, tornando-a cada vez mais atrelada às diversas ferramentas virtuais. O Sesc Thermas, portanto, não ficou de fora dessa. A unidade lançou uma plataforma digital e nela inseriu diversas atividades, como acesso à cultura, educação e esporte, por exemplo. “Tivemos que nos reinventar em poucos meses partindo de uma programação presencial, para digital. Mas, para isso, nós promovemos discussões internas em diversas áreas”, explica a gerente.
A partir destes encontros, a unidade criou o documento Plena Pausa, um conjunto de ações voltadas para a plataforma digital, bem como questões de segurança. “O Plena Pausa norteou para que criássemos uma programação voltada para o momento de pandemia nas nossas redes. Esse documento embasou as atividades de toda a regional e, a partir dela, criamos a programação de Prudente”, frisa. 
No entanto, além de pensar no público que assistiria as intervenções artísticas, o Sesc Thermas também se preocupou com os artistas locais que estão passando por uma crise neste período de pandemia. “Pensando em dar suporte e atenção à classe artística local, foi feito um movimento para saber como esses profissionais estavam, a fim de propormos, juntos, uma série de ações visando uma ajuda social e financeira”, acrescenta.

Diversidade cultural

Quem conhece o trabalho da unidade sabe que o projeto Múltiplos Sons sempre atrai os apaixonados pela música. A programação conta com apresentações de vários estilos com o propósito de privilegiar a diversidade e a multiplicidade de sons. Neste ano, mesmo em meio à pandemia, 24 shows foram realizados no formato digital - Múltiplos Sons [em casa] - através de parceria com artistas locais. O conteúdo foi disponível no canal do Youtube da unidade. 
Alguns profissionais também participaram de uma residência artística em circo e dança durante um mês e meio. Produções audiovisuais específicas como conhecimento das plantas alimentícias não convencionais, e oficinas voltadas para o aprendizado e desenvolvimento da criança, também foram fomentadas pela unidade local. O Sesc Thermas também foi responsável por um brilhante trabalho social através da distribuição de itens de proteção individual, que eram utilizados no trabalho de odontologia, e foram destinado para hospitais locais. A unidade também contratou artesãs que, juntas, confeccionam 850 máscaras de tecidos que, posteriormente, foram doadas para instituições sociais. 

Foto: Sesc Thermas Prudente

Adriana Cavalcanti foi uma das cantoras da cidade que participou do projeto

Veja também